Posts From Para comer rezando

Sequilhos de Doce de Leite com Canela

Sequilhos de Doce de Leite com Canela Sabe aquelas receitas super-rápidas e que deixam os convidados de queixo caído por não acreditarem que aquilo foi feito em casa tão rapidamente? Tenho a sorte de ter à mão vários desses curingas, no melhor estilo “facim-facim” de fazer no meu livro de receitas. Daqui de casa, ninguém sai sem um cafezinho, um pedacinho de bolo, uma colherada de brigadeiro fresco feito na

Conheça as Feiras de Rua de Londres

Conheça as Feiras de Rua de Londres Real Food Festivals Londres é recheada de feiras de rua! As opções de comidinhas e suas feiras maravilhosas são inúmeras e é possível provar muito mais do que o tradicional fish and chips (que aliás, merece um texto só para ele!). Qualquer que seja a feira você pode encontrar os melhores queijos suíços, chocolates belgas, frutas e legumes fresquíssimos, bebericar mulled wines, provar

Arroz-doce Filosófico

Lembrei-me recentemente com carinho do doce feito em casa, pálido e discreto, ignorado ao lado dos pavês e bolos recheados das estações de sobremesas. Branquinho e sem graça, o arroz-doce sempre perdeu para as suntuosas sobremesas da moda e já foi até menos popular que gelatina de um sabor só. Sei que todo mundo traz na família uma receitinha esquecida e que por ele nutre um amor nostálgico a ocupar

Receitas Prontas são Memórias Temperadas

Receitas prontas são memórias temperadas Foto Adriano Aquino Fotografia Há poesia e história nas cozinhas. Em todas elas. Existe uma alma inquieta, uma presença dançante, um ser que talvez viva na chama dos fogões, que instiga e inspira todo aquele que em seu coração traz um cintilar de apreço pelas panelas. Meu pai era uma dessas pessoas. Não era extamente um cozinheiro, mas sua familiaridade com as panelas e com o

Para Comer Rezando

Para comer rezando Por Jane Mary Guimarães Doce deleite… Dos grandes luxos que temos na vida, poucos se equiparam aos inigualáveis sabores da infância. Guardados na memória – lá, naquele lugar especial onde as estórias e os amores se enroscam na literatura da vida –, esses pequenos tesouros se reúnem no capítulo essencial da existência. Ali guardamos o tempero da mãe, a receita da avó, o gostinho do doce comprado