De 26 a 30 de novembro acontece em São Paulo a 4° edição de Design da Mata. Evento reúne mais de 200 artesãos de  diversos estados brasileiros.

Design da Mata propõe presentear nesse Natal com  artesanato brasileiro, valorizando o trabalho artesanal de comunidades da Amazônia, Mata Atlântica e outras regiões que somam 10 estados.

Em sua quarta edição, o evento comercializa o artesanato com design, e oferece a oportunidade de adquirir centenas de artigos únicos que estão carregados de histórias de seus  locais de origem. As peças misturam arte, design e artesanato sustentável, produzido com matérias-primas naturais e técnicas tradicionais de comunidades indígenas, caboclas e caiçaras, rurais e urbanas. Uma das surpresas desse ano é  a participação do Programa Xingu do Instituto Socioambiental, que entre os produtos de destaque, garimpa raridades medicinais como os óleos de babaçu, de castanhas, de pequi, além de manteiga de cacau, castanha do Pará desidratada, Pimenta Kinsej, entre outros itens, para compor as suas cestas de natal e surpreender a todos.

O projeto acontece entre os dias 26 e 30 de novembro de 2014, na loja Tidelli em São Paulo. Entre os itens a venda, o destaque vai para peças de decoração de interiores para toda a casa, como jogos de souplat e cestarias de diversos tamanhos, além de acessórios, como pulseiras, bijuterias e carteiras femininas. Alem disso, uma linha infantil composta entre outros artigos de vestuário e brinquedos educativos. Os produtos são confeccionados a partir de recursos da floresta, como a palha de tucumã, fibra de arumã, palha de milho, carnaúba, fibra de bananeira, madeira certificada, sementes, entre outros.

A iniciativa começou em 2011, a partir do Núcleo Oikos e do Instituto Geração, com a participação das ONGs IPÊ-Instituto de Pesquisas Ecológicas, Instituto Socioambiental (ISA) e o Projeto Saúde & Alegria. Em 2014, além dessas organizações, novos parceiros participam do evento: A Gente Transforma (iniciativa do designer Marcelo Rosenbaum) e a comunidade Várzea Queimada do Piauí; Rede Asta com grupos produtivos de artesãs de comunidades urbanas de baixa renda do Rio de Janeiro; Arte Ameríndia e os povos  indígenas Wayana e Apalai residentes no norte do Pará e Amapá, e Huni Kuin (Kaxinawá) no Acre; A CASA museu do objeto brasileiro e os grupos de artesãos da Ilha do Ferro de Alagoas e Cerro Azul do Paraná; Fundação Almeirinda Malaquias e os artesãos da região do baixo Rio Negro; e na programação infantil, a ONG Vagalume com seu trabalho de mediação de leitura através de bibliotecas comunitárias por toda a Amazônia.

Os parceiros anteriores ampliam sua participação: o ISA com uma linha de produtos florestais não madeireiros do Xingu, o IPÊ, com o artesanato do Baixo Rio Negro, e o Instituto ATÁ, que marca presença com a pimenta baniwa, o mel de abelhas nativas brasileiras, produtos da marca Retratos do Gosto e muitos outros itens do Mercadinho Dalva e Dito, do chef Alex Atala. Ali, será possível também consumir quitutes, como as deliciosas coxinhas, o bolovo e o pão de queijo.

Durante o período do evento, o público também poderá participar de uma programação cultural que abordará diversos temas relacionados aos territórios e ao modo de vida das comunidades produtoras, tais como degustações gastronômicas, sessões de cinema, rodas de conversa com designers e artesãos, oficinas para crianças, vivências culturais, entre outros. Para desdobrar ainda mais o tema do evento, a exposição “Olhar da Mata” apresenta cliques da Amazônia flagrados pelas fotógrafas Mila Mayer, Anna Guilhermina e Fernanda Pinto Coelho, e a parceria com a Livraria Cultura e a ONG “Lê Comigo” incentiva a ação “Doe um livro e compre um”, com novos livros selecionados e relacionados ao tema à venda, ao mesmo tempo em que livros usados serão arrecadados para as comunidades.

“Um dos grandes diferenciais do Design da Mata é seu DNA de negócio social, que alia sustentabilidade financeira ao impacto socioambiental. Trata-se de um processo colaborativo de mobilização de parcerias a partir de um grupo gestor que vem se consolidando. O valor das vendas é todo revertido para remunerar os artesãos, cobrir os custos do evento e formar um capital de giro para a continuidade do projeto. O principal objetivo da iniciativa é fortalecer o elo da comercialização e da produção artesanal sustentável, ainda frágil dentro desta cadeia produtiva”, explica Mônica Barroso, uma das idealizadoras e coordenadoras do Design da Mata.

 

4º edição do “DESIGN DA MATA” Mercado de Artesanato com Design Brasileiro

Avenida Pedroso de Moraes, 1684 – Vila Madalena – São Paulo

De 26 a 30/11/2014

Horário: Dia 26/11, das 17h às 21h; dias 27, 28, 29 e 30, das 11h às 21h.

Entrada franca