Ainda nesta temporada de Inverno o Senhora Mesa visitou a fábrica da Baden Baden em Campos do Jordão. A cerveja foi reconhecida em 2004 como a primeira cerveja gourmet do Brasil. Nasceu em 1999 da paixão de quatro amigos que resolveram produzir nacionalmente tipos artesanais só encontrados no exterior. Baden Baden é o nome de uma estação de águas termais localizada na cidade de Baden, na Alemanha. A água usada para produzir a cerveja é captada em Campos do Jordão mesmo, a quase dois mil metros de altitude e bem perto da fábrica.
Hoje em dia é comum encontrar a cerveja Baden em alguns supermercados do país e principalmente do estado de São Paulo. A expansão se deu depois que a cervejaria passou a fazer parte do grupo Schincariol em 2007. Por isso mesmo, é de se estranhar o tamanho da fábrica, pequena para os moldes industriais. Segundo a guia da visita, os proprietários não tem a intenção de aumentar, pois dessa forma a cerveja continua mantendo as características artesanais.

Foto Patrícia Guimarães

A cervejaria possui sete tipos de cerveja no mercado e outras que são lançadas em épocas específicas, como a Baden Baden Celebration Inverno que está circulando no momento. Na fábrica, apenas um tipo por vez é produzido e o processo todo pode demorar mais de um mês. Diferente das cervejas industriais, a artesanal produzida pela Baden não vai açúcar na receita e por isso mantém as nuances dos ingredientes mais pertinentes no paladar.
Mais difícil de encontrar, porém comum em Campos do Jordão, o chope Red Ale foi produzido pela primeira vez em 2000. De acordo com a guia, o barril de chope só dura 15 dias e por isso consegue manter o frescor dessa cerveja, que ganha cada vez mais bebedores. No entanto, pela dificuldade de conservação e necessidade de consumo rápido o chope é mais difícil de encontrar.
Em ordem cronológica, em 2001 foi desenvolvida a cerveja Red Ale, seguido da Pilsen Cristal e posteriormente a Bock e Stout. Em 2004 foi lançada a Golden e as edições comemorativas Celebration Verão, Celebration Inverno e Christmas Beer. Em 2005 foi lançada a Baden 1999, do tipo Bitter Ale, em comemoração aos cinco anos da fábrica. Em julho de 2008 foi criada a Baden Weiss, cerveja de trigo não filtrada. No mesmo mês foi lançada a Baden Tripel, edição especial em garrafa de cerâmica, alto teor alcoólico resultado de três fermentações, que necessitam de duas adições de açúcar para o processo. Mas ela não está mais disponível e a fábrica não sabe quando vai lançar de novo.

Foto Patrícia Guimarães

*Baden Baden Pilsen Cristal – o estilo de cerveja mais consumido, a Baden Cristal possui aroma de cereais e um leve sabor frutado. Harmoniza muito bem com pratos leves como saladas, carnes brancas e comida japonesa, além de queijos como brie e camembert.

*Baden Baden Golden – com adição de canela, a cor é avermelhada e seu aroma contempla especiarias e frutas vermelhas, dando um sabor levemente adocicado. Harmoniza bem com frutos do mar e sobremesa à base de frutas e queijos como o gruyère e gouda.

*Baden Baden Weiss – cerveja tradicionamente bávara, produzida com maltes, lúpulo, água e fermento, de espuma cremosa e amargor suave, além de aromas de cravo e banana. Harmoniza bem com salsichas alemãs, frutos do mar e prato apimentados, além de saladas, queiojs chèvre com ervas, chèvre à L’huile e chevrotin.

*Baden Baden Bock – cerveja tipo Lager, coloração castanha, aroma levemente tostado e sabor adocicado. Harmoniza com carnes vermelhas, pratos com funghi e queijos como o gorgonzola e parmesão.

*Baden Baden 1999- produzida com maltes e lúpulos especiais, através de um longo processo de maturação. Possui coloração avermelhada, aroma intenso e genuíno de lúpulos florais e condimentados com um elevado e elegante amargor. Harmoniza com carnes vermelhas, especialmente de carneiro, peixes fritos e queijos como gorgonzola e parmesão.

*Baden Baden Stout – premiada pelo European Beer Star 2008, com medalha de ouro na categoria Dry Stout e prata no Australian International Beer Awards na categoria Dark Ale. Leva maltes torrados dando coloração negra e intenso aroma de café e chocolate. Espuma cremosa e corpo intenso com amargor elevado e persistente. Harmoniza com pratos condimentados, ostras e sobremesa à base de chocolate.

*Baden Baden Red Ale – Aroma que reúne características tostadas, carameladas e toffes, além de intensa presença de lúpulo herbal. Encorpada e aveludada, apresenta elevado e persistente amargor. Para harmonização deve ser acompanhada de pratos robustos e intensos, como carne de porco e de caça e queijos azuis, como stilton e gorgonzola.

DICAS BADEN BADEN

*A Baden Baden não deve ser armazenada como vinho, quantos antes consumir melhor.

*Nunca peça o chope sem o colarinho, importantíssimo para manter o sabor e aroma da bebida,

*Temperatura boa para tomar cerveja não é “estupidamente gelada”. Temperaturas muito baixas inibem as papilas gustativas e dificultam a evaporação dos aromas. Com isso, a cerveja fica sem sabor e sem perfume. Largers devem ser tomadas em torno de 4 graus, e Ales por volta de 8 graus.

*A Baden Baden Weiss deve ser tomada em copo longo e ao final, deve-se deixar três dedos da bebida na garrafa, agitar levemente para a levedura densa se soltar e este líquido deve ser adicionado por cima.