Drink bem tropical é a sugestão da casa La Maison est Tombée para o verão

Como cocktail durante o brunch, nada cai tão bem como aquele gostinho de tomate apimentado e salgado de um legítimo Bloody Mary. Agora imagine este ícone dos coquetéis repaginado por um craque da mixologia como Laércio Zulu, o capitão da bancada do frenético La Maison est Tombée, em uma gostosa noite de segunda ao som de blues. Imaginou? Esse é o clima perfeito da novidade do La Maison est Tombée – a “Segundone” recém criada em homenagem às meninas da cidade, com chopp à la vonté, para entrar de pé direito na primeira noite da semana e irradiar essa boa energia no resto dos dias que virão.

Zulu transita pela arte da coquetelaria com graça, ousadia, criatividade quando o assunto é mixar ingredientes, de modo a unir tendências globais a características de brasilidade. Isso é justamente o que acontece na sua versão Bloody Cumaru (R$ 26), onde ele praticamente produz, à sua moda, os ingredientes-chave para este drink saboroso, cheio de referências gastronômicas, quase um prato dentro do copo. Ele conjuga harmoniosamente mixologia com gastronomia, através de pesquisa apurada e cuidadosa. Usa infusões, redução de ingredientes para intensificar sabor e aumentar sua resistência, manipulando o drink como se fosse um prato na cozinha. A começar pela escolha dos tomates – só usa os italianos -, com baixa acidez, de modo a permitir um suco perfeito, com sabor acentuado por especiarias como a semente de cumaru e o molho inglês que ele mesmo faz.

“Preparo o molho inglês de maneira diferente da tradicional receita Worcester (ou Worcestershire), que data de 1824. Faço uma redução de açúcar, vinagre de vinho tinto, adiciono cerca de 8 especiarias e uso anchovas, para dar aquele gosto de peixe e sal”, conta Zulu. Ao invés de tabasco, como na receita tradicional, Zulu se deixa influenciar pelas raízes baianas e usa pimenta malagueta. O célebre salsão que vai no drink vem cheio de técnicas também –  ele tira toda a fibra e infusiona com vinho tinto e pimentas secas.  Esse é o Bloody Cumaru, com uma pegada “brazuca” e um twist bem tropical.

Além da nova versão do Bloody Mary, a casa oferece outras sugestões de drinks, como La Bicyclette Tombée, Tequila Don Julio Blanco, Licor com Notas Florais, Chandon Réserve Brut e bitters de laranja e Pimenta Dale DeGroff’s (R$ 31) ou ainda o Le Bouquet, que leva Gim Mare com água tônica aromatizado com bitter espanhol, azeitona Gordal e bouquet de manjericão, pepino e capim santo (R$ 35). Para acompanhar, não deixe de provar o sanduíche de ragú de pernil e lingüiça no pão de queijo (R$ 32).

sanduiche-de-ragu-senhora-mesa

Sanduíche de ragú de pernil e lingüiça no pão de queijo.

La Maison est Tombée

Rua Jerônimo da Veiga, 358 – Itaim Bibi

Telefone: (11) 3071-2926