Utensílios domésticos também estão entre as garimpadas do profissional na Big Apple

O chef Arthur Sauer passou 10 dias em Nova York garimpando o melhor da cidade. De restaurantes a utensílios domésticos, o chef sugere ainda onde estão as melhores docerias, na visão dele, e o que não se pode deixar de fazer na metrópole.

Utensílios domésticos

willians-sonoma-ny-senhora-mesa

Williams Sonoma é um paraíso para os que gostam de utensílios de cozinha.

“Há certos utensílios de cozinha que parecem bem básicos, mas costumam ser utilizados para mais de uma função, como os boleadores de sorvete, que servem também para porcionar massas. Outros facilitam e muito na hora do preparo dos alimentos. Nova York é um paraíso para comprar esses itens. Uma das lojas que visitei foi a Williams-Sonoma, na 1175 Madison Ave, New York, NY 10028, Estados Unidos”.

mini-boleador-sorvete-senhora-mesa

Mini boleador de sorvete – O americano gosta muito de sorvete. É o país ideal para encontrar diferentes tipos de boleador: trouxe alguns minis, médios, grandes e outros enormes. Podem ser usados para as mais variadas funções, como porcionar massas, dar forma em recheios e até mesmo bolear sorvete.

rolo-pizza-senhora-mesa

Rolinho de pizza – O equipamento mais fácil para produzir massas caseiras: facilita muito na hora de porcionar as massas já esticadas e é perfeito para ganhar muito tempo durante o preparo. Existem nos mais variados tipos, tamanhos e materiais. Comprei um com cabo de madeira que, além de prático, é lindo.

faca-chef-senhora-mesa

Faca de chef – A variedade de marcas, tamanhos, pesos e funções são enormes em qualquer loja que entrar. Peça para segurar as facas na mão, sentir seu peso, segure firme na mão, finja que está cortando alguma coisa. Não se esqueça de que ela é uma extensão do seu braço.

acessorios-churrasco-senhora-mesa

Acessórios para churrasco – Americanos amam churrasco, muito mais do que os brasileiros (ok, menos do que os gaúchos). Eles têm apetrechos para tudo: pipetas para rechear carne, escovas para limpar grelha, potes de assar ovos na grelha, dentre muitas outras coisas!

pinca-cozinha-senhora-mesa

Pinças – Um acessório de cozinha que é cada vez mais fundamental nas maletas dos chefs. Elas podem ser utilizadas como ‘hashi’ na hora do cozimento, como garfo na hora de montar pratos e ainda ajuda para pegar a massa no banho maria para saber se está cozida ou não.

panelas-de-cobre-senhora-mesa

Panelas de cobre – Apesar de estarem um pouco fora de uso (principalmente por causa do custo alto para um restaurante), as panelas de cobre distribuem melhor o calor e esquentam muito, o que ajuda na hora do preparo do prato. Os preços nos EUA são muito melhores do que aqui, mas o peso que irá fazer em sua mala não anima muito.

Restaurantes

restaurante-spicy-market-ny-senhora-mesa

Spice Market (403 W 13th St, New York, NY 10014) – Gosto muito do ambiente e do cheiro da comida. São pratos picantes e sempre muito saborosos. O salão tem dois andares: o térreo e o subterrâneo. Um dos melhores restaurantes para levar a namorada em um jantar romântico.

chelsea-market-senhora-mesa

Chelsea Market (75 Ninth Ave, New York, NY 10011) – Um mercado muito moderno em pleno bairro do Chelsea. Restaurantes com lagostas frescas, frutos do mar, vendas de especiarias, pães, bolos, massas artesanais e muita, mas muita gente com fome correndo atrás de uma mesa para sentar. Um dos lugares que mais me fizeram feliz em NY.

restaurante-lavo-senhora-mesa

Lavo (39 E 58th St, New York, NY 10022) – Uma surpresa muito agradável, afinal, é um restaurante e discoteca. O melhor prato da noite foi um polpetone de kobe beef com ricotta. Ambiente animado e muito aconchegante. Ideal para ir em grupo (ou seja, comer bem, falar alto e dar boas risadas).

restaurante-catch-ny-senhora-mesa

Catch (21 Ninth Ave, New York, NY 10014) – Outro restaurante que tem uma balada no andar de cima. Pratos pouco generosos, mas de sabores incríveis. Comi um sushi de salmão com shiitake flambado com maçarico que estava incrível.

restaurante-pitti-senhora-mesa

Bar Pitti (268 6th Ave, New York, NY 10014) – Um italiano clássico no meio de Manhattan. Pratos bem servidos e incrivelmente saborosos. O atendimento, apesar de rápido e eficiente, é muito grosseiro. O cardápio do dia sempre tem novidades fresquinhas (ou seja, o que o chef está com vontade de cozinhar hoje). Incrível.

restaurante-daniel-ny-senhora-mesa

Daniel (60 E 65th St, New York, NY 10065) – Sou suspeito para falar do Daniel, pois trabalhei nessa casa em 2005. Restaurante extremamente chique detém duas estrelas no famoso Guia Michelin (apesar de que, no ano passado, ele tinha 3). Pratos clássicos franceses com um toque moderno e muito, mas muito sabor.

nobu-ny-senhora-mesa

Nobu (105 Hudson St, New York, NY 10013) – Ir a NY e não ir ao Nobu é como ir a Roma e não ver o Papa. Claro que o preço para comer em um dos melhores japoneses do mundo é bem alto, mas vale cada “hashizada”. A qualidade e delicadeza de seus pratos são inigualáveis. Tudo é tão bom que não saberia nem qual prato recomendar.

tao-ny-senhora-mesa

TAO (42 E 58th St, New York, NY 10022) – Destino de celebridades e atletas americanos, o TAO é especializado em comidas de Hong Kong, japonesas e tailandesas. Seu salão é dividido em três andares, no qual são distribuídos seus mais de 300 lugares.

lafayette-ny-senhora-mesaLafayette Grand Café & Bakery (380 Lafayette St, New York, NY 10003) – Um restaurante francês clássico, conta também com uma confeitaria e padaria, um bar para coquetéis e uma carta exclusiva de vinhos franceses. Apele para pratos tradicionais franceses, como o peito de pato com molho de anis estralado.

bar-boulud-ny-senhora-mesa

Bar Boulud (1900 Broadway, New York, NY 10023) – Um xodó da cidade, o Bar Boulud é extremamente charmoso e conta com um absurdamente suculento hambúrguer de carne com foie gras em seu cardápio, assim como outras opções incríveis.

Doces

Bomboloni – parecem donuts clássicos, mas são bolinhas recheadas com os mais diversos sabores que se possa imaginar. Sou fã dos clássicos, como o de baunilha em fava ou o de chocolate amargo, mas também existem os com raspas de limão e baunilha e os de compotas. Resumindo: imagine um sonho, com uma massa um pouco mais firme, recheado. Onde comer: Sullivan Street Bakery – 533, West 47th Street.

The Swingle – Uma torta de limão de três centímetros de altura, que é coberta de chocolate e depois congelada com um palito de sorvete. Vendida em um só endereço de NY, apesar de muitos sempre tentarem imitar. Onde comer: Steve’s Authentic Key Lime Pies – 185 Van Dyke Street, Brooklyn.

Cookies de chocolate – Nenhuma lista de sobremesas ficaria completa sem um cookie. Esses cookies são conhecidos por terem uma crosta bem crocante e um recheio quase cru. Com muitas gotas de chocolate por dentro, é fácil descobrir porque existe sempre uma fila enorme de clientes na porta. Onde comer: Levain Bakery (vários endereços).

Bolinhas de batata doce com marshmallow – A mistura pode parecer diferente ou mesmo inusitada, mas essa sobremesa é a que acaba primeiro em qualquer degustação. Onde comer: Dinkies – 118 Baxter Street.

Canneles – É um doce típico da região de Bordeaux, na França. Em Nova York é muito bem representado pelo chef confeiteiro Dominique Ansel. Com uma crosta bem densa e saborosa, os caneles desaparecem rápido das prateleiras. Onde comer: Dominique Ansel –  189 Spring Street.