Renomado chef peruano vem ao Brasil para lançar a Peru Week 2015

Reportagem Carol Duarte – São Paulo

Não é de hoje que a gastronomia peruana vem se destacando mundialmente entre os meios especializados e apresentando ao mundo chefs de cozinha cada vez mais talentosos. James Berckemeyer, 35 anos, é um deles, e virá ao Brasil no final deste mês, a convite do Governo do Peru, para promover a rica culinária do país durante o lançamento da Peru Week 2015, a maior campanha de promoção do turismo e gastronomia do Peru no mercado brasileiro, que acontecerá entre 22 de outubro e 08 de novembro, em várias cidades.

A Peru Week 2015, organizada pela PROMPERÚ (Comissão de Promoção do Peru para a Exportação e o Turismo) e Escritório Comercial do Peru no Brasil, é a principal campanha de promoção do turismo e da gastronomia do Peru no mercado brasileiro. Durante 18 dias, 25 restaurantes peruanos vão elaborar menus especiais e 55 operadoras de turismo vão oferecer viagens ao Peru a preços exclusivos. O lançamento oficial da Peru Week 2015 será na noite de 22 de outubro, com um evento exclusivo para convidados, em São Paulo, no qual o chef peruano James Berckemeyer estará presente. Será uma noite de experiências turísticas, gastronômicas e artísticas, inspiradas nas cidades de Lima, Ica, Cusco, Puno, Arequipa e Rota Moche (região Norte do Peru).

Essa será a terceira visita de James Berckemeyer ao Brasil. O chef peruano esteve no país em 2007, também a convite do Governo do Peru, para o Festival Gastronômico Peruano, e em 2010, na ExpoPeru, ambos em São Paulo. A expectativa de voltar ao país e ver a evolução da gastronomia peruana aqui é gratificante para Berckemeyer. “Estou muito feliz em colaborar para a promoção da comida peruana no Brasil e em saber que, atualmente, já contamos com o impressionante número de 26 restaurantes peruanos participando da Peru Week. Quando estive no Brasil, havia apenas cinco ou sete”, destaca o chef, entusiasmado com a ação. “Estou muito animado com a campanha, pois a muito de nossa culinária para apresentar aos brasileiros, que contam com uma rica gastronomia”.

Aos 20 anos, Berckemeyer abandonou os estudos em Administração para trabalhar na cozinha de um restaurante em Cancun. Lá, descobriu sua paixão e verdadeira vocação: chef de cozinha. Em 2000, ele iniciou seus estudos em alta gastronomia na filial de Lima do gabaritado Le Cordon Bleu e, para marcar o início de um brilhante currículo, fez estágio no restaurante Astrid & Gastón, do chef Gastón Acurio, considerado o reinventor da culinária peruana moderna.

Dando sequência à sua formação profissional, Berckemeyer foi para a Europa, onde concluiu especialização como chef de cozinha no ICIF (Instituto Internacional de Culinária para Estrangeiros na Itália) e, posteriormente, trabalhou no restaurante Agli Amici (duas estrelas pelo Guia Michelin). Em seguida, trabalhou com os renomados chefes espanhóis Juan Mari Arzak e Juan Roca i Fontané, em seus respectivos restaurantes Arzak (três estrelas Michelin) e El Celler de Can Roca (três estrelas no Michelin/Gerona). De volta ao Peru, James atuou como chef executivo no restaurante Al Grano, e nas redes hoteleiras Sonesta El Olivar e Las Casitas del Colca.

Em janeiro de 2015, realizou um sonho antigo e abriu um restaurante com a sua própria assinatura. Com menos de um ano, o Restaurante Cosme já é considerado um dos favoritos pelos limeños e pelos diversos turistas estrangeiros que visitam a capital do Peru. O Cosme tem atraído muitos fãs pela sua proposta de oferecer uma comida caseira de alta qualidade, a autêntica comfort food (que combina a técnica com o toque caseiro).

Confira a entrevista exclusiva com o chef James Berckemeyer:

Senhora Mesa – Olá James, tudo bem? Conta um pouquinho da sua trajetória.

James Berckemeyer Tudo bem, ansioso para voltar ao Brasil. Comecei no ano de 2001, estudei no LCB (Le Cordon Bleu), em seguida estava no ICIF na Itália. Enquanto estudava no LBC, fiz estágio com Astrid y Gastón (de Gastón Acurio). Terminei meus estudos no ICIF na Itália. Trabalhei no Agli Amici. Em seguida regressei a Lima para ser chef do Al Grano e, em seguida, chef corporativo do Hotel Sonesta. Em 2007, tive a oportunidade de trabalhar com os irmãos Rocca e no restaurante Arzak.

S.M – O que você espera dessa terceira visita ao Brasil?

JB – Eu tenho grandes expectativas. Ainda mais porque vou voltar ao Brasil depois de muitos anos. Além de lançar a Peru Week, estou ansioso para ir a todos os restaurantes que puder nos poucos dias que estarei lá.

S.M – Curioso que recentemente assisti um episódio do Munchies (Vice) Being Frank Peru e conheci um pouco sobre Gastón Acurio. Como foi trabalhar com ele?

JB – Bem, Gastón é meu amigo. Creio que fez muito pela cozinha peruana. Sempre teve disposição para compartilhar e sempre esteve disposto a ensinar.

S.M – Conta para gente o que podemos esperar do Peru Week 2015 e o que você acha de eventos desse tipo.

JB – Estou Contente com a realização da terceira edição da Peru Week. Em pensar que quando fui ao Brasil havia apenas cinco restaurantes peruanos no Brasil e agora são muitos mais. Estou muito feliz pelo Peru, porque afinal, esses restaurantes são os nossos embaixadores em seu país. As pessoas que provam um restaurante peruano no Brasil podem ter uma ideia do que é a nossa culinária. E é por isso que o trabalho deve ser feito com muita responsabilidade.

S.M – Você disse que por compartilharmos a Amazônia temos diversos ingredientes similares. Qual você diria que é o ingrediente do momento?

JB – Palmito (pupunha), cacau, cupuaçu.

S.M – Você é um apreciador da gastronomia brasileira, certo? Qual o seu prato favorito?

JB – A pamonha, que é muito parecida com o Tamales. Também gosto do pão de queijo. Decidir um só prato é muito difícil. É uma cozinha muito ampla e com excelentes embaixadores.

S.M – Se você tivesse que escolher 1 dos restaurantes peruanos de São Paulo qual seria?

JB – La Mar vem fazendo um grande trabalho.

S.M – Aqui no Brasil e acredito que no mundo, quando pensamos em comida Peruana pensamos no delicioso ceviche. Qual o outro prato, em sua opinião, deveria ficar conhecido mundialmente?

JB – A Causa Peruana e as variedades de Anticuchos.

Veja a seguir os restaurantes peruanos participantes da Peru Week 2015:

Brasília (DF) – Taypá

Curitiba (PR) – Quina do Chef / Do Peruano

Florianópolis (SC) – Sabor Peru

Porto Alegre (RS) – 300 Cosmo Dining

Recife (PE) – Chicama / Chiwake / Siwichi Cebicheria

Rio Branco (AC) – Peru 501 / Cuzco

Rio de Janeiro (RJ) – Lima Restobar / Intihuasi

São Paulo (SP) – Aleja / Cocina Criolla / Huaco Restobar / Killa Novoandino / La Cevicheria / La Mar Cebicheria / La Peruana Cevicheria / La Peruana Food Truck / Rinconcito Peruano / Tubaina Restobar / Via Café

Campinas (SP) – Munay Cebicheria

Guarujá (SP) – Dati

Confira mais informações no site do evento, clique aqui!