Dica de restaurantes em Santiago no Chile para as férias de Julho de 2017

Em julho vou conhecer Santiago no Chile. Desde que decidimos viajar pra lá, comecei a fazer as pesquisas que sempre faço para conhecer a cena gastronômica da cidade ou país que conheceremos. Confesso que no início visitar o Chile não me chamou muita atenção. Mas, quando comecei a pesquisar e conhecer a cidade de Santiago, os picos nevados, as estações de esqui, os milhares de passeios e, claro, os restaurantes, me encantei.

Segue abaixo o roteiro do restaurantes que eu selecionei pra conhecer e algumas dicas importantes que descobri em minhas pesquisas em milhares de blogs, jornais, contas em Instagram e facebook. Foram duas semanas pra escrever esse roteiro com o detalhamento em que ele está.

Em breve adiciono informações dos passeios e das vinícolas.

Logo depois da viagem eu atualizo o roteiro contando como foi a minha visita a esses lugares! Essa é uma obra inacabada, kkk, acredito que até uma semana antes da viagem vão surgir novidades!!

Siga também no Instagram: @senhoramesa.

Qualquer dica que você tiver deixe aqui nos comentários!

Restaurante em Santiago no Chile como o Boragó, oferecem uma verdadeira experiência gastronômica.

RESTAURANTES NO CHILE
A culinária chilena é uma combinação da tradição indígena com a influência dos conquistadores espanhóis. Quase todo o país é banhado pelo mar e por isso os peixes e mariscos tem grande destaque. Além dos vinhos, claro.
Observações:

Mercado Central vale a visita mas não pra comer, é super “pega turista”. A centolla é mais pra turista, os chilenos praticamente não consomem e custa um absurdo.
Alimentos conhecidos: limón de pica, cangrejo dorado, lagosta da Isla de Juan Fernández, Atum da Isla de Pascua.
Legal pra comprar: Sal das salinas de Cahuil (Lo Valdivia). Mais de 100 famílias vivem da produção desse sal natural. Ele se forma em lagoas de água doce que em épocas de maré alta ficam cheias de água salgada. Tem até denominação de origem reconhecido. É um sal mais raro.
Comprar um vinho Carmenère do Vale do Colchagua. Essa uva (carmenère) é original da Europa, mas foi considerada extinta após uma infestação de insetos e foi redescoberta no Chile em 1994. Considerada hoje uma das uvas mais importantes do Chile. O Vale de Colchagua é a região com maior cultivo de carmenère.
Deve valer a pena comprar o chocolate Sahne-nuss. Apesar de ser da Nestle, tem indicação de que é delicioso em tudo que é lugar.
Azeites. O Chile tem excelentes azeites, super premiados. Segue a lista de azeites premiados, os dois primeiros premiados este ano. O Chile produz principalmente a variedade de oliveira Arbequina, seguida de Frantoio, Arbusana, Picual, Leccino, Koroneiqui e por último a Coratina.
Alonso Coratina – Agricola Pobeña (Premiado na Itália/EUA…)

Alonso Obsessión (organico) – Agrícula Pobeña

Petralia – TerraMater

Santiago Premium – Olisur

1492 – Arbequina)

Aura

Campos (Picual/Arbequina/Assemblage)

Deleyda Fine Selection e Deleyda Premium

Las doscientas seleção

Longovilo intenso, médio ou ligeiro
Peças em cobre. O Chile é um dos maiores produtores do mundo.
Alguma peça em Lapislzuli, considerada a pedra nacional do Chile. Depois do Afeganistão, é no Chile onde mais se encontra essa rocha. Foi altamente valorizada pela realeza e foi encontrada varias peças em tumbas faraônicas, como em máscaras.

RESTAURANTES
* Lanchonete Domino no Centro – dica do cônsul do Chile no Brasil. Vai encontrar o completo (hot dog daqui), sanduba com Kobe. Super tradicional. Endereço: Rua Agustinas, 1016, Centro e tem também na Av Pedro de Valdivia, 28, Providencia. Média de preço PEN 30.
Baco Vino y Bistro – bistrô francês com casa de vinhos a preços justos. Sugestão: Cassoulet e Filet Sauce Bernaise. Fora do roteiro turistão, e apesar de ser comida francesa vale a visita. Os vinhos tem destaque e quase todos podem ser degustados em taças. Na base das taças eles colocam a identificação do vinho e o ano da safra. Bacana! Reserva, sempre tem fila. Endereço: Ricardo Lyon, 113, Providencia. Tel: 222314444. Metrô los Leones. Horário: Segunda a Sábado das 12h as 01h e domingo das 12h30 as 00h.

*Comer empanada de pino (carne picada, ovo, azeitona preta e cebola) a mais típica.
Melhores de 2016 (Eleita por um grupo de cronistas e chefs especializados em cozinha Chilena.

Las Rosas Chicas – Luis Pasteur 6577, Vitacura.
Da Dino, Av. Apoquindo 4228, Las Condes.
La Méndez, Av Las Condes 9571.

*Almoçar no restaurante Ambrosia (20º melhor do mundo). Menu de almoço custa R$ 90 com vinho por pessoa, mas tem prato a la carte também. No jantar só a la carte e os pratos custam em média PEN 65. Reservar: +5622173075. A chef é Carolina Bazan, filha de diplomatas e morou em verios países. Fez curso de gastronomia na França e o seu restaurante tem uma fusão de comida chilena e francesa. Dá pra reservar pelo site, mas tem dias que já não tem. Vale tentar ir e conseguir mesa sem reserva também.

*Jantar no Restaurante Ambrosia Bistrô (descontraído/pratos compartir e vinho). Inaugurou agora em Santiago, e é da chef Carolina também. Ela, além de estar inclinada a cozinha asiática nesse novo restaurante, vai atacar de DJ também, ela já foi DJ. Cabem 30 pessoas e o menu é enxuto. A cozinha é aberta e a chef é assessorada por 6 cozinheiros. Lá tem uma câmara de maturação de carne feita com ladrilhos de sal do himalaia, um grande defumador e uma parrilla japonesa para selar carnes, entre outros. Funciona de 12h as 2h da madruga. Endereço, Nueva Lyon, 99, Providência. Fone: 2223-34303.

*Tradicional – comer no Ciro’s. Super tradicional no Centro, onde faz o famoso Caldo de Tronco (PEN 22,14). Recebeu esse nome porque depois de comer você cai como um tronco de árvore e dorme. Ele é feito com caldo que se desprende do cozimento da perna do porco e do peru. Leva ainda um toque de vinho e pedaço de carne. Não deixar de pedir a marraqueta e o pebre (vinagrete) que acompanha. Endereço: Bandera, 220. Segunda a sexta 9h às 10hpm.

*Acabou de abrir, está muito na moda e tem ótimo preço. La Buena Esquina, que fica no primeiro piso de um antigo edifício onde antes era uma verduraria. O forte do bar são os vinhos. O dono é o francês Nicolas Paillard, o mesmo que esteve a cargo do El Barco Rojo, restaurante que foi hit da praia de Papudo entre os anos de 1995 e 2001. As mesas são para compartilhar, com banquetas e mantas. Os vinhos são escolhidos a dedo. Indicação: Louis-Antoine Luyt (PEN 12,30). Pratos em média (PEN 27).

*IMPERDÍVEL – a nova cervejaria de Santiago – Cervecería Kunstmann Kneipe, no bairro de Bellavista, onde pode provar os 15 tipos da cerveja Kunstmann, artesanais produzidas em Valdivia. A degustação de (PEN 19,68) quatro copos pequenos. Tem cervejas convidadas também. Sugestão acompanhar o “medallones de como kassler”( PEN 45), com repolho roxo agridoce, purê de batatas e maçã.

*TOMAR UM DRINK E CONHECER – El Tinto Boutique Hotel no Bar 040, que tem uma terraza maravilhosa com vista para o bairro Bellavista e cerro San Cristóbal. Endereço: A. López de Bello, 040.

*COMER PESCADO TOP – Restaurante La Calma que acaba de abrir na Nueva Costanera, onde se encontra os melhores pescados e mariscos de Santiago e por que? Ele está sob o comando de Gabriel Layera, mais conhecido como “Caleta Chile”, que trabalhou no Europeo e que abastece de produtos frescos, diretamente trazidos da costa, a restaurantes como Naoki e Ambrosia. Agora ele tem o seu próprio restaurante com pratos indicados como imperdíveis como: crema de almejas y papa (PEN 28,54) e o como de atuns com caldo de cordero (PEN 46,74). Endereço: Nueva Costanera, 3832. Fone 226674416. Lunes a Viernes das 1h30 pm a 3h30pm.

*Casa Alma, novo restaurante do famoso chef chileno Rolando Ortega, que comanda também o famoso restaurante Salvador Cocina (Centro). Abriu no fim do ano passado. Fica no bairro Bellavista num casarão com mais de 100 anos. Tem uma terraza com mesas largas pra compartilhar. No fim de semana para duas pessoas o menu completo que vem porções de todos os pratos da casa (PEN 123). Provar Fricandela del osobuco com arroz caldúo. Endereço: Rua Antonia López de Bello, 191, Bellavista. Martes a Viernes de 13h às 15h30, Sábado das 13h às 16h.

*Almoçar no restaurante  do chef Francis Mallmann, especialista em carnes e que em abril deste ano abriu o restaurante Fuegos de Apalta no Valle Colchagua que fica a 180 km de Santiago. Fica dentro da vinícola Montes. Sua especialidade são as carnes, pescados e vegetais, sempre com o fogo como protagonista, com produtos de cá. Pra isso trabalhou bastante pra conseguir os melhores fornecedores da região, como cordeiros de Marchigue, ervas de sua horta, melhores carnes de Osorno. Prato principal (PEN 67). Reserva (reservas@fuegosdeapalta.com). Lunes a domingo de 12h30 a 16h30. Fone: 722605190. Sugestões de pratos: Croqueta de rabo com salsa de pimentão e laranja (PEN 29,52). Postre: Pera asada al vino com gelado de cardamomo.

*ELEITO MELHOR CUSTO BENEFÍCIO – Restaurante Le Bistrot onde se come os melhores choritos a la marinera da cidade e o confit de pato. Do chef Gaetan Eonet, que há sete anos mantém qualidade e preço. Endereço: Santa Magdalena, 80, Local 7 – Patio del Sol, Providencia. Fone: 222321054. Horários: Lunes a sábado das 12h30 as 23h30.

*COMIDA CHILENA – Las Lanzas. Tradicional, aberto em 1964. Fica en la Plaza Ñuñoa. Pratos emblemáticos: calinos a la madrileña, el osobuco arvejado e el sánguche de merluza frita, pimentón y una mayonesa de ajo. Foi indicação deste ano da lista dos melhores de gastronomia do Chile, indicados por um juri composto por 20 jornalistas, sommeliers, fotógrafos e especialistas na cozinha nacional.

*NÃO DEIXAR DE IR – Wine bar La Misión. Tem mais de 400 róiulos de vinhos de todos os países produtores da América. Tem mais de 40 opções de taça (PEN 16) a maior mas pode pedir menor pra provar mais opções. Todas vem acompanhadas de uma tapa pra combinar. O mais legal aqui é provar uma tábua de frios, porque o chef daqui é o Francês Jonathan Michel, eleito chef revelação esse ano e ele faz a sua própria charcutaria. (PEN 40 – tábua para 2) e por (PEN39,36 degustação de 12 petiscos). Endereço: Av. Nueva Costanera, 3969, Vitacura. Winebar de Lunes a Sábado, de 12h30 a 0h. Tel: 22208-8908.

*PIZZARIA – Brunapoli en Vitacura. Endereço: Av. Nueva Costanera, 3961. De Lunes a sábado das 12pm às 2am. Forno napolitano que chega a 500ºC para obter uma pizza de borda crocante e massa elástica.

*CENTRO – Abriu há cerca de dois meses no centro o restaurante La Concesión. O jovem chef Enzo Hiche, de 26 anos, comanda a cozinha (ele já passou pelo premiado 99 Restorán e fez uma passagem também pelo Astrid & Gastón de Lima, no Peru). São pratos com ingredientes simples, mas preparados com técnicas sofisticadas. Conserva intacto o look cinquentão do espaço que abrigava o Sportsmen Club, para homens, fundado em 1912, que frequentavam para jogar cartas e comentar as corridas de cavalo enquanto comiam e bebiam. O espaço é para menu de almoço (PEN 31) com entrada, prato principal e sobremesa. Tudo o que serve é feito na própria casa, desde o pão de massa madre que vem como aperitivo até o yogurt e charcutaria. Tudo é trazido fresco todos os dias. Uma aposta para 2017. Funciona de segunda a sexta das 12pm as 15h30pm. Endereço: Estado, 215, piso 12. Telefone: 227428925. Sugestão: cerdo com piña, salteado com verduras chinos e carrot cake.

*Varanasi Soul Food Bar. Abriu em um novo lugar no fim do ano passado. É do chef Luis Mujica. Tem o conceito de gastronomia para a alma, soul food, já que o chefe propõe que somos o que comemos. Tem influência indiana principalmente no uso de especiarias. Metade dos pratos são vegetarianos, mas que agrada muito os carnívoros. Tem um palco para shows acústicos que devem passar grandes nomes já que um dos donos do restaurante, Sebastián de la Barra, é produtor do Lollapalooza. Pratos em média de PEN50, burgs a PEN 36 y postres a PEN 23. Dia 2 de junho lançou a carta de inverno. Endereço: Paseo El Mañio, Vitacura. Horários: Segunda a Quinta das 13h às 16h30 e das 19h às 23h45. Sexta a Domingo das 13h às 16h45 e das 19h as 23h45. Se for de noite legal reserva. Dá pra fazer pelo site varanasi.cl/es/reservas.

*COMIDA CHILENA – Chileno sofisticado. Inaugurou no fim do ano passado o La Soga. Depois de 17 anos a cargo da cozinha do Liguria (tradicional restaurante chileno), o chef Alfredo Gutiérrez decidiu abrir seu restaurante e se associou com o empresário gastronômico venezuelano, Luis Salas. Os pratos não passam de PEN 42. Endereço: Las Tranqueras, 1677, Vitacura. Fone: 227100306. Horários: de Terça e Quarta de 12pm às 1h, Quinta a sábado das 12h às 2h, Domingo das 12h às 17h.

* Boragó – restaurante do Chef Rodolfo Guzmán, que figura há três anos na lista dos 50 melhores do mundo, este ano ocupa o 42º posto. Ano passado era 36. A revista conta que o restaurante se destaca pelo uso de ingredientes raros e saborosos, usando as tradições locais e produtos nativos do Chile. O chef se inspira no povo Mapuche. O chileno se formou nos fogões de Andoni Luis Aduriz, do restaurante Mugaritz, um dos melhores do mundo que fica no norte da Espanha. Todos os valores estão no site www.borago.cl, e tem uma opção bem interessante de R$64 menu de 4 pratos com suco pra acompanhar.

*99 Restaurante – ganhou esse ano em março como o melhor restaurante do Chile, prêmio nacional. O restaurante esta a cargo de Kurt Schmidt na cozinha e Gustavo Sáez na confeitaria. O menu muda todos os dias porque só se prepara produtos frescos e de temporada. O restaurante é mais informal e não há opção de pedir a la carte. Passou do posto de 46 para 22 no ranking dos melhores restaurantes do mundo segundo a 50 Best Restaurants de Latinoamérica. R$178 menu de 5 pratos com vinhos para cada prato. O almoço com entrada, principal e sobremesa custa PEN54 e a degustação com duas entradas, dois pratos principais e duas sobremesas custa PEN89. Já no jantar 6 pratos com vinho custa PEN232 e sem vinho PEN148 e 9 pratos com vinho custa PEN 281 e sem vinho PEN173.

*The Glass, no Hotel Cumbres Vitatura – ganhou esse ano prêmio de melhor chileno. Está sob o comando de Claudio Úbeda, que trabalhou por mais de cinco anos no Cumbres del Lago em Puerto Varas.

*Galindo – perto do Shopping Pátio Bellavista, um restaurante simpático, com pratos executivos, a cara do Chile. Foi indicado em diversos veículos. Está neste mesmo endereço desde 1968. Bem acessível. Endereço: Dardignac, 95, Providencia.

* Peumayen Ancestral Food – apesar de ser comandado pelo chef argentino Juan Manuel Pena, a volta às raízes da cozinha chilena é o objetivo em cada prato servido no restaurante. Uma homenagem às origens e tradições de ingredientes chilenos. Uma boa ideia se você já provou quase tudo em Santiago e quer finalizar com uma experiência gastronômica, que não necessariamente estará ligada ao sabor dos pratos. Em minhas pesquisas muitos disseram que a comida não era boa, mas que a experiência era, mas que o preço realmente não vale o investimento. Endereço: Calle Constitución, 136, Bellavista. Horário: terça a sábado das 19h às 24h, Domingo das 13h às 16h.
Boca Nariz – bar de degustação de vinhos e sua comida considerada uma chilena criativa. Mas tem que fazer a reserva. Porque está sempre cheio. Parte mais bonita do Centro de Santiago. Do lado do Cerro Santa Luzia. Tem opções de menu degustação tanto de vinhos quanto de comidas. Boa indicação no Trip Advisor, mas seu ponto fraco é o preço. Uma média de PEN200 o casal uma refeição completa. Sugestão: creme brule de pistache. Endereço: José Victorino Lastarria, 276. Horários: Segunda a quarta das 12h às 0h, Quinta a sábado das 12h às 0h30 e Domingo das 19h às 23h. Reservas pelo contacto@bocanariz.cl ou pelo site bocanariz.cl.