Slowkids Acontece dia 1º de Maio em São Paulo

No domingo, 01 de maio, das 9h às 16h, o Parque da Independência, em São Paulo, recebe famílias para participarem de mais uma edição do SlowKids, um evento cheio de atividades especialmente pensadas para entreter em um  espaço próximo da natureza, e desacelerar as crianças do universo tecnológico, aproximando-as da arte e do campo da criatividade. O evento traz uma novidade: a partir dessa edição, o SlowKids  é inspirado pelo conceito do desenho universal para o maior numero de crianças participem em suas dificuldades e potências.

O evento, criado por Tatiana Weberman (Respire Cultura), Juliana Borges (Maria Farinha Filmes) e com o apoio do Instituto Alana, chega à sua 6a edição eleito como o “Melhor Passeio Infantil de 2014” em votação promovida pelo Guia da Folha (Folha de S.Paulo), e com o oferecimento de duas opções de períodos com a mesma programação, de manhã a à tarde. Esta edição tem o patrocínio de Atlas Schindler.

A programação conta com uma série de oficinas, brincadeiras e atrações circenses. Às 10h e 14h acontecem ESPETACÚLOS da Poin, Pequena Orquestra Interativa; e às 11h e 15h CLAKE do Circo Amarillo. Das 9h às 16h haverá um Camarim de Maquiagens e Fantasias; Feira de Troca de Brinquedos (basta levar um brinquedo em bom estado e trocar por outro); Espaço Sensorial para crianças de 0 a 3 anos, desenvolvido pela empresa Mamusca; Brincadeiras  Tradicionais da Casa do Brincar; Oficina de Reciclagem do instituto Infinito Circular Ambiental; Biblioteca Itinerante da Bibliocirco; playground com brinquedos do “Erê Lab”, Passeios pela naturezacom o projeto “Ser Criança é Natural”  do Instituto Romã , Espaço Recreativo do Parque do Circo, Bolhas de Sabão Sensorial da organização Adoletá; e Intervenções Circenses.

Para exemplificar a acessibilidade, o evento contará com monitores especializados, os puffs são feitos com calças jeans, especiais para as crianças que não têm sustentação corporal própria; e o Erê Lab, uma empresa de criação de objetos e brinquedos, construirá dois brinquedos acessíveis; entre outros.

– Pequena Orquestra Interativa  – A Poin é apresentada pela Cia Cabelo de Maria, de Renata Mattar e Gustavo Finkler, fundada em 2007, com a proposta de compartilhar a pesquisa musical feita por Renata em seus mais de 10 anos de viagens pelo Brasil registrando músicas de tradição popular

– Circo Amarillo  – Grupo que desde 2001 desenvolve no Brasil uma pesquisa diferenciadabaseada na figura do palhaço excêntrico musical. Durante esses dezesseis anos teve a atuação bastante diversificada, envolvendo espetáculos em lona, teatro e rua.

– Mamusca – Um espaço criado para pais e crianças, para que eles se conectem e brinquem livremente, inspirados pela atmosfera de interação.

– Casa do Brincar – Desacelere, deixe a correria lá fora e aproveite a fase mais  importante das crianças. Esse é o mote do projeto Casa de Brincar, que através de atividades lúdicas, para pais e filhos, auxilia  no desenvolvimento infantil.

– Bibliocirco – Projeto criado para promover brincadeiras, estimular a leitura de livros de ficção e  propor novas relações nos espaçõs públicos de  São Paulo. Uma biblioteca móvel e intervenções literário-circenses trazem um ambiente lúdico e enriquecedor para as crianças.

– Parque do Circo – Com brinquedos interativos feitos de madeira, especialmente elaborados para facilitarem o aprendizado, tem como pano de fundo o desenvolvimento da coordenação motora e habilidades corporais distintas, sempre através da brincadeira.

– ErêLab: arte para interagir, brincar, crescer. Brincar é a melhor forma de crescer. ErêLab é uma empresa de criação e desenvolvimento de objetos de brincar, interagir e participar. Brinquedos com brasilidade que participam do urbanismo contemporâneo através de interações no cotidiano. A ErêLab resgata o tempo e o lugar de brincar nas casas, quintais, praças e espaços públicos das cidades, recuperando o tempo de cidadania.

– Passeios pela Natureza: o Projeto “Ser Criança é Natural”, do Instituto Romã, propõe a humanização da natureza através da criança. É uma conexão entre criança e natureza, colocando-os juntos, para brincar, explorar e se descobrir.

– Infinito Circular Ambiental – Organização que lida com a gestão de resíduos recicláveis, reaproveitamento de materiais, educação ambiental, coleta seletiva, arte de sucata.

– Adoletá –  é uma empresa de impacto social que tem o objetivo de promover um ambiente saudável para todas as crianças e suas singularidades com a garantia de que serão acolhidas, cuidadas e educadas em suas máximas potências. A empresa é consultora do SlowKids na parte de acessibilidade.

Sobre o SlowKids
O SlowKids surgiu da parceria de Tatiana Weberman, diretora da agência Respire Cultura e idealizadora do SlowMovie, e Juliana Borges, produtora da Maria Farinha Filmes, com o intuito de incentivar a integração – criança e natureza, tendo como base os conceitos de sustentabilidade, desaceleração e a importância do brincar. As atividades levam cultura e arte ao ar livre para crianças de grandes centros urbanos, como São Paulo. O Slowkids é realizado em parceria com o Instituto Alana, e já aconteceu no Parque da Água Branca, no Museu da Casa Brasileira e Parque Burle Marx, esta é sua sexta edição.

Sobre o Instituto Alana
O Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que reúne projetos na busca pela garantia de condições para a vivência da plena infância. Criado em 2002, o Instituto é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão “honrar a criança”.

Sobre a produtora Respire Cultura
Foi criada com o objetivo de realizar eventos culturais que, por meio de atividades e experiências artísticas, oferecem ao público uma nova forma de relacionamento entre pessoas, marcas e o espaço público. Conectada à sustentabilidade e à vida, a Respire Cultura tem como missão redescobrir maneiras de articular projetos culturais que dialoguem com a cidade. Mais informações: www.respirecultura.com.br.

Tatiana Weberman
Tatiana Weberman é produtora cultural e, desde 2011, desenvolve em São Paulo um trabalho de ocupação do espaço público através de arte. Criou o SlowMovie, experiência  de cinema ao ar livre com piquenique, música e arte, que já está indo para sua sexta edição e conta hoje com um público de mais de duas mil pessoas. Desenvolveu, em parceria com o Instituto Alana, o SlowKids, evento para crianças em parques e praças de São Paulo com o mesmo propósito do SlowMovie, porém com uma programação infantil. Seu foco é sempre trazer experiências para espaços públicos, conectando as pessoas e a cidade.

Juliana Borges
Produtora audiovisual da Maria Farinha Filmes, que tem como foco contar impactantes e inspiradoras histórias que provoquem transformação.  Desde o início da Maria Farinha em 2008 Juliana assina a direção de produção das seguinte obras: os polêmicos documentários “Criança, a Alma do Negócio”  e “Muito Além do Peso” ambos dirigido por Estela Renner;  “Tarja Branca, a revolução que faltava” de Cacau Rhoden; “Território do Brincar” dirigido pela educadora Renata Meirelles e o cineasta David Reeks, e o longa-metragem “O Começo da Vida” de Estela Renner e que tem sua estreia marcada para 5 de maio de 2016.

Sobre a Atlas Schindler
A Elevadores Atlas Schindler S.A é integrante do Grupo suíço Schindler, que possui mais de 56 mil colaboradores ao redor do mundo, com uma história de mais de 140 anos em todos os continentes.

No Brasil, além da fábrica de Londrina, possui uma planta em São Paulo destinada à produção de pequenos componentes. Tem em seu quadro de colaboradores mais de 5500 pessoas atuando em 150 postos de atendimento em todo Brasil.

A Atlas Schindler fabrica, instala, moderniza e presta serviços de manutenção em elevadores, escadas e esteiras rolantes.

 

Programação:

09h às 16h – oficinas e atividades simultâneas

10h e 14h – Poin – Pequena Orquestra Interativa

11h e 15h – Espetáculo Clake do Circo Amarillo

16h – Encerramento