Village Arte Decor tem 21 ambientes distribuídos em 4.000 metros quadrados

A abertura do Village Arte Decor na última quinta (29), trouxe para o público muito mais que 21 ambientes assinados por renomados profissionais de arquitetura, design e paisagismo. Inovando o perfil de eventos do gênero, a mostra multissetorial apresenta uma intensa programação cultural e gastronômica, entre muitas outras atrações. Até 13 de dezembro, visitantes de Piracicaba (a 170km da capital) e região poderão conferir os espaços da inédita mostra itinerante multissetorial que acontece no histórico bairro Monte Alegre.

Criada e organizada pelos empresários Bruno Fernandes Chamochumbi (MBM Escritório de Ideias) e Eduardo Pelaes (PublicArt), a mostra ocupa um espaço de mais de 4.000 metros quadrados, em uma área que está sob a tutela do Estado e do município, via Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) e Codepac (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural), respectivamente.

Segundo Pelaes, o visitante será surpreendido com o Village. “Ele poderá interagir com os ambientes, testar seus sentidos em várias situações. Creio que este é um dos nossos maiores desafios: inovar e surpreender. É aí que está o futuro do projeto”, explica.

Para Chamochumbi, a realização do Village Arte Decor tem um ‘gostinho’ pessoal. “É uma honra, primeiro porque meu avô Eduardo Fernandes foi gerente da usina em seus tempos áureos. Segundo, porque anos depois o MBM desenvolveu a revista do Monte Alegre, além de outros projetos no bairro. E terceiro porque estou comemorando dez anos de MBM, além de 15 anos de carreira, quando realizei a primeira mostra de arquitetura de Piracicaba, na Casa de Noel”, enumera.

De acordo com Chamochumbi, os investimentos da mostra ultrapassam R$ 4 milhões, num momento em que ações cooperadas trazem esperança aos negócios. “É um grupo de pessoas do bem que querem a renovação urbana, com opções de lazer, cultura e turismo”.

capela-monte-alegre-senhora-mesa

Capela de São Pedro do bairro Monte Alegre.

O BAIRRO: Famoso por ter inspirado o romance Til, do escritor José de Alencar, e abrigo da maior obra do pintor Alfredo Volpi, o bairro tombado irá renovar-se econômica e turisticamente após a pujança do império dos Morganti, que teve seu declínio no fim na década de 50. As ruínas do que foi um modelo para o Brasil de usina açucareira, incluindo um conjunto de casas para operários, a Villa Heloisa, apresenta um processo de maciços investimentos, que tem como marco inicial o lançamento do Village Arte Decor.

No auge do Monte Alegre, na década de 40, o bairro tinha 3.000 habitantes. Hoje tem cerca de 500 moradores, mas está novamente crescendo.

Naquela época, a maioria absoluta era formada por funcionários da Usina Monte Alegre, que contavam, além das vilas operárias, com educação de primeira qualidade (o Grupo Escolar Monte Alegre), armazém, farmácia, padaria, torrefação de café, bar, cinema e clubes recreativos. A igreja pintada por Alfredo Volpi, a capela de São Pedro, é destaque até hoje, construída para atender ao fervor católico de Pedro Morganti – a edificação é uma réplica de uma igreja toscana, com 600 metros quadrados de afrescos das paredes ao teto.

Um dos proprietários da usina, o empresário Wilson Guidotti Junior, o Balu, comprou, há 15 anos, a massa falida de Silva Gordo, o último proprietário da usina que, em 1971, nomeou o negócio por Refinadora Paulista.  As terras do Monte Alegre, somadas a pequenos sítios, tinham mais de 5.000 hectares.

“Quando pensamos em realizar uma mostra como o Village Arte Decor, em Piracicaba, queríamos algo absolutamente inédito, diferente, inovador. Para isso precisávamos de um espaço que só poderíamos ter no Monte Alegre, com belas paisagens, amplitude, excelente localização. Sabíamos também que encontraríamos receptividade por parte do Balu Guidotti, que vinha procurando alternativas de promover a revitalização do bairro por meio de parcerias com a iniciativa privada”, destaca Pelaes.

conjunto-arquitetonico-village-decor-senhora-mesa

Conjunto arquitetônico onde ocorre a mostra.

MOSTRA COM ALMA: A primeira edição do Village Arte Decor possui 21 espaços contratados de arquitetos, designers e paisagistas. Além dos ambientes tradicionais típicos de uma mostra de arquitetura, o evento também contará com espaços funcionais, como floricultura, pub, café, enoteca, laboratório da sommelier de cerveja, loja de design e restaurante. O evento reúne 42 profissionais e mais de 300 fornecedores diretos.

Na parte musical, as apresentações artísticas transitarão pelo jazz, MPB, instrumental, rock e samba. Na abertura, nesta quinta-feira (28), a banda Sexy Jazzy se apresenta às 20h. A vocalista Carol Laudissi, também arquiteta, participa da mostra com o ambiente Laboratório da Sommelier de Cervejas, com as profissionais Denise Laudissi e Carolina Giacomin.

Além da música, o público poderá conferir exposições com obras de artistas nacionais e internacionais, além de esculturas e uma edição selecionada de fotos antigas do Monte Alegre. Para o público infanto-juvenil, as atividades vão de brincadeiras antigas de rua a apresentações musicais temáticas. A gastronomia terá o restaurante, café, pub, enoteca e laboratório de cerveja.

Noivas-no-Monte-Alegre-village-arte-decor-senhora-mesa

O espaço fica aberto para visitação até o dia 13 de dezembro.

AMBIENTES: O Village Arte Decor traz para seus visitantes 21 ambientes assinados por diversos profissionais de Piracicaba e região.

BILHETERIA (GUSTAVO BORGES) – A bilheteria foi criada como um espaço mais contemporâneo, idealizada com formas e volumetrias paramétricas. A proposta do arquiteto é marcar que o evento não trata somente do fator histórico do bairro Monte Alegre, criando o ‘choque’ da história com o moderno.

PUB THE WALL (JUAREZ BORGES E LINA FERRANTE BORGES) – O nome “The Wall” remete aos anos 80, quando esse bar marcou época em Piracicaba, tendo sido projetado por Juarez Borges. A atual proposta é reutilizar seu conceito “cult and cool”. O local foi pioneiro na época por utilizar elementos pós modernos em sua concepção, como aço e coluna de concreto adornada por capitéis.

PRAÇA DO CAFÉ (CELSO LAETANO E MARIA PAULA ORLANDO) – A praça do café é um espaço que integra vários ambientes dentro da mostra, um lugar de convivência e contemplação, de onde é possível ter uma boa visão da antiga usina Monte Alegre.

CAFÉ UMA (CELSO LAETANO) – Espaço de lazer, o Café UMA está instalado na antiga cancha de bocha da usina. O ambiente foi repaginado, preservando as características construtivas da época, e está inserido numa praça de convívio. A iluminação intimista e aconchegante confere um clima charmoso para ambientes com esse fim.

LOUNGE (GUSTAVO BORGES) – O lounge foi inspirado na revolução que aconteceu no Soho, em Nova York, na década de 70 e começo anos 80, quando artistas começaram a tomar conta do bairro e transformaram espaços industriais em locais para morar. O ambiente traz características industriais, como as paredes de tijolo bem marcado e o piso com concreto queimado.

LIVING GOURMET (IVAN HELLMEISTER) – O living gourmet traz a cozinha, antes coadjuvante, para o papel principal na casa, com todo o conforto e sofisticação do living, aliado à praticidade de um espaço gourmet.

STUDIO GARAGEM (ISADORA FERREIRA, CAIO PELLEGRINO E MARCELA ROSSI) – O Studio Garagem é um ambiente voltado para o público masculino que agrupa diferentes hobbies e transforma o espaço ‘garagem’ em complexo de lazer do homem. Luzes, carros, música, bebidas, esportes e decoração são encontrados em um mesmo local e garantem momentos de muita diversão.

GALERIA DE ARTES (STEPHANIE GUIDOTTI E LINA FERRANTE BORGES) – A galeria de artes abriga quadros de artistas locais e internacionais, além de esculturas. As profissionais mantiveram um pouco da essência da área no prédio, onde inclusive contam uma breve história do bairro Monte Alegre por meio de imagens a serem transmitidas por retroprojetores no ambiente.

RESTAURANTE (GUSTAVO ROCHA) – O Restaurante Vila Itália pretende resgatar a memória do local, mantendo sua história por meio do madeiramento aparente e dos tijolos à vista. Um dos destaques do ambiente é o pergolado, onde os visitantes poderão contemplar a vista da antiga Usina Monte Alegre.

ALAMEDA UMA (MARIA PAULA ORLANDO) – A Alameda UMA foi criada para ‘receber’ bem as pessoas que por ali passam. O espaço pode abrigar eventos de música, gastronomia, exposições artísticas, além de ser um acesso às casas da Villa Heloisa. Em toda sua extensão há um jardim bem arborizado com espaços de convívio.

MANIFESTO DESIGN, ARTE E ARTESANATO (EDU BORTOLAI, LIGIA DUMIT, ALEX BIGELI E CAROL VECCHINI) – O ambiente tem suas inspirações baseadas na estética das warehouses, mantendo a história arquitetônica da construção. A proposta mescla esta inspiração ao conceito de galeria de arte, no qual o ambiente iluminado, as paredes brancas e claras ressaltam as peças de vários lugares do Brasil e da Holanda que irão compor o espaço.

SALA DE IMPRENSA BY BORTOLINI (SOFIA RONTANI E LUISA SIMONI) – A Sala de Imprensa da Revista TUTTI é um espaço corporativo desenvolvido pela Bortolini que atende às necessidades contemporâneas de trabalho, em um ambiente multifuncional, proporcionando à sua utilização características essenciais de um proveitoso e produtivo momento de trabalho, com mobiliário funcional, ergonômico, ecoeficiente e atemporal.

SPA DOS NOIVOS (MILENA NAZATTO) – O ambiente foi criado para que os noivos possam sonhar e vibrar com o grande dia. O local tem atmosfera com requinte, sem deixar de lado a tranquilidade e o relaxamento. O espaço tem sala para massagem, spa com banheira, sala para maquiagem e cabelo.

LABORATÓRIO DA SOMMELIER DE CERVEJAS (CAROLINA LAUDISSI, CAROLINA GIACOMIN E DENISE LAUDISSI) – O Laboratório da Sommelier de Cervejas foi inspirado em Aline Tomazini, sommelier de cervejas, jovem e superfeminina. 
No espaço funcionam o laboratório, onde são fabricadas cervejas artesanais, e o estúdio, onde além de fazer seus estudos e experimentos de harmonização, é possível receber seus amigos, sempre os primeiros a provarem suas criações.

ENOTECA (CIBELE ZANFORLIM E LARISSA FONSECA) – A Enoteca traz uma forma contemporânea de se ter um espaço de degustação e harmonização de vinhos com alimentos e convívio social. As arquitetas apresentam o que tem de mais moderno e criativo para o setor de vinhos, com referências às grandes enotecas italianas da região do Piemonte.

CASA DO ARQUITETO (DJANSEN GRECCO LIMA, CAROL GRECCO, BRUNO CAFFEO E LARI ANDRADE) – A Casa do Arquiteto desvenda o que se passa não só dentro do universo de trabalho, mas também de forma introspectiva e pessoal do profissional. Cada ambiente da casa vem repleto de peças assinadas pelos escritórios autores do ambiente, traduzindo o sentimento desse universo de criação.

EMPÓRIO GASTRO ROÇA (CAROLINA OLIVEIRA MELLO) – O projeto do Empório Gastro Roça mantém as características arquitetônicas da construção original, deixando as marcas do tempo e mesclando a arquitetura bruta com a delicadeza dos alimentos que ali serão cultivados, preparados e comercializados. A curadoria do espaço é da chef de cozinha Michele Maia.

CONCEPT STORE LE VIN LEGER (MARCELO CAMARGO) – A Le Vin Leger é uma marca que trabalha com cosméticos à base de vinho. Concebida sob essa inspiração, a loja-conceito apresenta ares de adega que acolhem o público e evidenciam os produtos como se fossem obras de arte.

ESPAÇO EFÊMERO (FÁBIO CRISTO) – O que se passou no bairro foi transformado diversas vezes em histórias pelo tempo. As obras apresentadas neste espaço foram criadas a partir de relatos de pessoas com quem o artista buscou perceber a relação delas com os bairros onde moram, trajetos diários e elementos importantes do cotidiano e assim transformar em histórias contadas através de obras.

FLORICULTURA (MARIA PAULA ORLANDO, ELIANA SALIBA E JACQUELINE SOUZA) – A Floricultura é um espaço que abriga peças de cerâmica, iluminação em cerâmica e itens de jardinagem e paisagismo, mantendo as características originais da casa.

BILHETERIA: O acesso será feito por bilheteria única, organizada para oferecer ao público uma visita com fluxo orientado e visualização de todos os ambientes. Às terças-feiras, das 16h às 19h, a entrada para o evento será um pacote de fraldas geriátricas. O montante arrecadado será doado para o Lar dos Velhinhos de Piracicaba, instituição que foi escolhida pelo Fundo Social de Solidariedade do município. Os ingressos custam R$ 13 (meia-entrada para estudantes, maiores de 60 anos e professores mediante apresentação de holerite ou carteira profissional) e R$ 26 (inteira). Crianças menores de 12 anos não pagam. Para todos os ingressos comprados na bilheteria será dado o double pass – que dá direito a uma segunda visita ao Village, sendo pessoal e intransferível. Haverá valet park no local.

O horário de visitação será de terça à sexta-feira, das 16h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 13h às 21h. O evento estará fechado às segundas-feiras, exceto no feriado do dia 2 de novembro. No dia 3 de novembro, não haverá visitação.

village-arte-decor-senhora-mesa

Village Arte Decor

Avenida Comendador Pedro Morganti, 4848, bairro Monte Alegre – Piracicaba

Mais informações pelo telefone (19) 3371-5029. Acompanhe o Village Arte Decor pelo Facebook (/villageartedecor) e Instagram (@villageartedecor).