Gente…vocês vão rir de mim. Mas esse foi um dos melhores bolos de chocolate que eu já comi. E o pior de tudo é que ele tinha tudo para ser muiiiiiiiito mais ou menos. Eu queria fazer um bolo pra minha filha levar no lanche da escolinha e também para o meu marido comer no café da manhã. Só que eu estava com pressa, e sem muito pique, então resolvi apelar para o bolo de saquinho.

Textura da cobertura é muito leve

No supermercado o que mais me chamou atenção foi o bolo de chocolate fleischmann. Marca com nominho complicado pra um preparo bem simples. Só que como eu sou meio que uma espécie de cozinheira quis deixar minha marca. Resolvi então fazer uma cobertura de chocolate amargo.
A cobertura seria a parte mais simples se na hora de desenformar o bolo ele não tivesse ficado com o fundo todo grudado na forma. Sorte minha porque comi tanto bolo esses últimos 2 dias que 2 centímetros a menos de bolo fez muita diferença.

Um bolo muito famoso!!

Pra fazer o bolo é só seguir a receita que está no verso. Para a cobertura usei 200 g de chocolate amargo com duas colheres de sopa bem cheias de nata. Isso mesmo, a nata que se compra no supermercado (aqui em Jataí é muito raro encontrar creme de leite fresco) tem o mesmo efeito do creme de leite, só que ela é mais consistente, por isso usei duas colheres apenas. Se você for usar creme de leite fresco pode ir colocando devagar, até ficar na consistência que deseja, como é para cobertura gosto dela um pouco mais fina. Antes de fazer a mistura entre a nata e o chocolate não esquece de derreter o chocolate em banho maria, ok!?
Eu também não aconselho levar o bolo para a geladeira, pois o ganache (essa mistura de chocolate com creme de leite fresco) fica duro, como comprovei mais tarde com um restinho que sobrou e eu coloquei na geladeira.
Então, pra uma receita rápida e realmente gostosa, façam essa. Pelo fato da cobertura ser de chocolate amargo o peso na conciência também é bem menor.
Bjsss, vou indo pra academia perder umas 500 calorias pelo menos!!!
rsss…