Pois é, aqui onde moramos, Jataí, interior de Goiás, não tem restaurante japonês. Mas até que eu entendo, não tem vôo por aqui e para o peixe fresco precisa vir de Goiânia, que fica a 300 km de Jataí, 4 horas de viagem porque é pista simples.
Uma peixaria de Jataí resolveu trazer um peixe resfriado que dá pra comer cru. Resolvi então fazer sushi. Há algum tempo comprei o tempero do arroz, alga, a pimenta, em um supermercado de Goiânia. Fui me arriscar e pra isso nada melhor que uma cobaia. Liguei pra minha amiga Marina: “Olha, não tem jeito, vem jantar aqui em casa que vou fazer sushi”.
*Ingredientes para 3 xícaras de arroz (shari)
– arroz japonês
– 4 colheres de vinagre especial para sushi
– 2 colheres de saquê
– 4 colheres rasas de açúcar
– 2 colheres rasas de chá de sal

O gosto especial do sushi vem do arroz, que é temperado especialmente para acompanhar o peixe cru. É preciso lavar o arroz, mas sem esfregar, só fazendo círculos com os dedos. Lave até a água ficar transparente. Na última lavada deixe o arroz descansar na água por 30 minutos. Depois disso, coloque o arroz em uma panela e cubra com água dois dedos acima do arroz. Ferva em fogo baixo até quase secar. Desligue o fogo e deixe descansar tampado por uns 15 minutos.

Enquanto aguarda, coloque em uma panela o vinagre, açúcar, saquê e sal. Leve ao fogo alto até derreter o açúcar. Em seguida retire o arroz e coloque em uma vasilha e acrescente aos poucos o tempero. Mechendo devagar. Esfrie para fazer o sushi.

* Outros ingredientes
Eu também tinha alga, wasabi (é a pimenta, ele vem em pó e é só misturar água, achei muito prático) e a esteirinha. Também usei maionese e cebolinha verde.

* Fazendo sushi

Infelizmente não vou poder dar a receita de como fazer, rsr. Mas fazer o sushi com a esteirinha não é tão difícil, mas percebi que exige prática. Meu terceiro temaki ficou bemmm melhor que o primeiro. Também desperdicei algumas algas, rs.. Mas aqui embaixo vou colocar a dica básica do sushi que foi a que segui no youtube.
O mais legal disso tudo é a diversão de tentar fazer alguma coisa que nunca se fez. É uma comida diferente, milenar e que existe prática e até cálculo pra sua execução. No fim até que saiu uma comidinha, mas bem amadora, rs. Também acho que o peixe poderia estar melhor. Por isso, duas coisas são básicas. O arroz bem feito e um peixe de boa qualidade.
Fiz o curso básico no site do sushiman http://www.robertomoriya.com.br/ . Ele é de Piracicaba e pelo que vi, dá curso todo sábado.