Essa é uma daquelas receitas fáceis de fazer, mas que apresentam ao paladar um resultado incrível. A receita é do chef Claude Troisgros, que além de agitar a cena gastronômica Brasil afora, principalmente em São Paulo, apresenta o programa Que Marravilha! da GNT. O livro homônimo reúne as melhores receitas do programa. Não sei se você já assistiu, mas ele sugere uma receita que o convidado terá que executar. Ele avalia dando notas no final. Portanto, dá para fazer a maior parte das receitas sem problema, alterando uma ou outra apresentação final.

Essa receita é muito simples, rápida de fazer e exige poucos ingredientes. Mas leia o modo de fazer até o final. Ela tem alguns truques que não são contados no livro. Aproveite! É uma delícia!

Ingredientes

Nhoque (4 pessoas)
600 g de batata
120 g de farinha de trigo
3 gemas
80 g de queijo parmesão ralado
60 g de queijo muçarela ralado
180 g de ervilhas frescas cozidas (branqueadas)
pimenta-do-reino moída na hora
noz-moscada

Molho
300 ml de creme de leite
200 g de queijo gorgonzola
pimenta-do-reino moída na hora

Na hora de servir
2 colheres sopa de azeite
2 colheres de alho picado
2 colheres de salsa picada
minirrúcula para a apresentação
pimenta-do-reino

Preparo

Nhoque: Enrole em papel-alumínio as batatas lavadas e asse no forno pré-aquecido a 180 graus até que elas fiquem macias. Isso será observado em quase uma hora, cerca de quarenta minutos fique de olho. Cada forno exige um tempo diferente. Em seguida, descasque as batatas ainda quentes, faça um purê com elas e misture todos os outros ingredientes do nhoque, exceto as ervilhas. Enrole essa massa e corte o nhoque do tamanho que preferir, os menores são melhores. Jogue os nhoques em água fervente e quando subirem, retire e coloque em água com gelo. Seque todos imediatamente com um pano e frite com azeite. Nessa última etapa, o molho deverá estar praticamente pronto.

Molho: Ferva o creme de leite com o queijo gorgonzola até que derreta. Bata no liquidificador ou mixer para chegar a um creme espumoso. Verifique o sal. Essa parte é muito importante. Como esse molho já vai gorgonzola, que é bastante salgado e na finalização do prato será salpicado parmesão, acredito que não vai precisar usar sal. A primeira vez que fiz essa receita ficou um pouco salgada porque usei sal. Não há necessidade.

Ervilhas: coloque as ervilhas frescas em água fervente e em cerca de 2/3 minutos retire e coloque em uma tigela com água e gelo. Esse processo se chama branqueamento. Ele evita a perda de nutriente do alimento e mantém viva a sua cor e firmeza.

Em uma frigideira sele os nhoques no azeite. Deixe eles ficarem realmente bem dourados. Coloque em um prato ou travessa, depende da forma como vai servir. Coloque o molho, parmesão ralado finamente (não exagere, pois não é espaguete) e pimenta-do-reino. Eu não encontrei minirrúcula, mas é uma tendência de todos os chefs acrescentarem alguma folhinha para decorar o prato, seja jambu, minirrúcula, feijão…enfim. Se encontrar, acredito que fique mais gostoso, tanto para o paladar quanto para o visual.
Outra dica: não se preocupe em fazer para duas pessoas, usando a metade das indicações dos ingredientes. Eu fiz para duas pessoas, usando parte do indicado, e deu tudo certo.

Nhoque ao Gorgonzola
Foto Senhora Mesa