Hoje é Dia Nacional do Café e nada melhor do que falar um pouco sobre essa bebida fantástica, deliciosa, confortante, que faz nosso dia ser muito melhor. Ajuda a dar disposição e continuar sempre em frente. Essas dicas são da Abic, Associação Brasileira das Indústrias de Café. E são super interessantes. Já preparou o seu café hoje?

* O café moído se deteriora facilmente em função do ar, da umidade, do calor, do tempo e do contato com odores estranhos. Por isso ele deve ficar acondicionado sempre distante desses riscos. Guarde o café não utilizado em um recepiente com boa vedação, na geladeira.

• A água utilizada deve ser pura e limpa. Utilize sempre água filtrada ou mineral na preparação do café.

• Prepare somente a quantidade de bebida que vai ser consumida imediatamente ou, no máximo, durante a hora  seguinte.

• O tempo de contato entre água e café deve ser:
– Para moagem fina – de 6 a 9 minutos
– Para moagem média – de 4 a 6 minutos
– Para moagem grossa – até 4 minutos
*Este tempo varia conforme o equipamento e a preferência pessoal.

• Use a medida correta. Utilize de 80 a 100 gramas de pó (aproximadamente 5 a 6 colheres de sopa) para 1 litro de  água. Se a bebida resultar sem sabor, aumente a quantidade de café. Se ela ficar amarga, áspera ou  desagradável, diminua o tempo de contato da água com o café, diminuindo a quantidade do pó.

• A água utilizada deve ser apenas aquecida – não pode ferver, pois a perda de oxigênio altera a acidez do café. A  temperatura ideal de preparo é próxima dos 90oC.

• Pelo pó de café deve passar somente água quente, jamais a bebida. A recirculação torna a bebida muito amarga,  áspera e desagradável.

• O café usado (café esgotado, borra) é o pior inimigo do sabor, aroma, da cafeteira e da sua saúde. Jogue-o fora.  Nunca o reutilize, sequer misturando-o ao café fresco. Para garantir a qualidade ideal, o café já usado e a bebida  preparada devem ficar sempre separados.

• Deguste com prazer uma bebida fresca, um café preparado na hora, ou o mais recente possível. A característica  da bebida café é a de ir deteriorando-se lentamente e, por isso, um café preparado há mais tempo não tem o  mesmo sabor agradável de um café fresco.

• Beba o café em xícaras de porcelana. O sabor fica destacado e a temperatura constante.

• No caso do uso de garrafas térmicas, estas devem ser muito limpas e de uso exclusivo do café.

• Nunca prepare ou armazene a bebida já adoçada porque se formará uma crosta de caramelo de mal sabor nas paredes do recipiente.

Preparação em Coador de Pano (Um dos meus preferidos)

• Utilize cafés com moagem média ou fina.

• Use uma medida padrão para a qualidade do pó. Use a medida correta. Utilize de 80 a 100 gramas de pó (aproximadamente 5 a 6 colheres de sopa) para 1 litro de água. A medida correta deve ser experimentada até encontrar aquela que melhor atenda ao seu paladar.

• A água utilizada deve ser pura e limpa. Utilize sempre água filtrada ou mineral na preparação do café.

• Colocar o pó de café na água quente antes de entrar em ebulição (cerca de 90º C). Mexer com colher de pau até fazer um creme na superfície do recipiente. A colher de pau deve ser de uso exclusivo do café. Não utilize a mesma colher em temperos, refogados ou outros alimentos.

• Pode-se também colocar o pó de café no coador, umedecendo todo o pó e despejando a água em fio.

• Se desejar café bem quente, escalde o recipiente, bule ou garrafa térmica, antes de fazer o café.

• Quando novos, os coadores de pano devem ser fervidos em água com café para retirar a goma ou outros resíduos e para que eles adquiram o aroma do café.

• Após serem utilizados, os coadores de pano devem ser lavados somente com água e jamais com detergentes, alvejantes ou mesmo com café que sobrou.

Preparação em Coador de Papel

• Utilize cafés com moagem média ou fina.

• Use uma medida padrão para a quantidade de pó. Recomenda-se 80g a 100g de pó para um litro de bebida (5 a 6 colheres de sopa). A medida correta deve ser experimentada até encontrar aquela que melhor atenda o seu paladar.

• O filtro de papel deve ter o mesmo tamanho e forma do porta-filtros.

• Coloque o pó no filtro, espalhando-o uniformemente. Não compacte, nem aperte a camada de café.

• A água utilizada deve ser pura e limpa. Utilize sempre água filtrada ou mineral na preparação do café.

• Imediatamente antes da fervura (90ºC), despeje a água sobre o pó, umedecendo-o todo. Comece molhando o pó de café das beiradas para o centro do coador/filtro. Em seguida, despeje a água lentamente (em fio) bem no centro do filtro, sem misturar com a colher.

• Quanto mais lentamente despejar a água, mais escuro resultará o café. Entretanto não exceda 4 a 6 minutos, para que a extração excessiva não torne o café amargo.

• Para um café bem quente, escalde o bule ou garrafa térmica pouco antes de fazer o café.

• Jogue fora o filtro e o café já usados. Não passe a bebida novamente pelo café esgotado porque ela ficará amarga e com sabor desagradável.

• A preparação em cafeteiras elétricas utiliza o mesmo tipo de café e as mesmas medidas. Para fazer quantidades grandes (mais que 12 xícaras pequenas), o longo tempo de preparo pode resultar em sabor amargo. Se isto ocorrer, faça menos xícaras por vez.

Influências da Torra ou Moagem (Fonte Abic)

dia-nacional-do-cafe

Tempo de Preparo X Tipo de Moagem

dia-nacional-do-cafe