Você está em:
Prestar atenção em seu corpo é a melhor dieta

Prestar atenção em seu corpo é a melhor dieta

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Versão para impressão

Conteúdo da publicação

Que dieta devo seguir?

Como você consegue ser magra(o) comendo mais do que eu?

Devo ser vegana(o)?

Devo evitar o glúten? E a lactose?

Chá verde emagrece?

Estas e tantas outras são perguntas comuns que já fazem parte do nosso cotidiano e de nossas conversas de corredor. Mas o que é realmente verdade?

Antes de qualquer coisa, vamos parar com os rótulos e abraçar de vez nossa individualidade, a nossa bio-individualidade, ou seja: não há nada certo e nada errado. Os alimentos que são certos e melhores para meu corpo são diferentes dos alimentos que são bons para o seu. É a verdade simples, mas não é como fomos condicionados a pensar: hoje em dia, aparece um milagre a cada 3 meses, e somos estimulados, bombardeados, impelidos ao consumo. Já foi o chá verde, o chá vermelho, o chá branco, o óleo de coco, a linhaça e seus derivados, a chia, goji berry, e nesse caminho temos uma lista infinita.

Pensemos: alguns de nós temos sensibilidade a determinados alimentos saudáveis. Alguns são capazes de digerir a lactose, enquanto outros lutam com isso; alguns prosperam em dietas vegetarianas, enquanto outros não podem.

Nesse sentido, também outros fatores afetam a relação do nosso corpo com os alimentos: nossa idade, composição genética, ambiente onde nos desenvolvemos, e se somos maratonistas, triatletas, ativos ou um prolongamento do sofá de casa.

E como fazer para saber quais alimentos são bons para nosso corpo? Não há uma resposta simples. Com o tempo e cultivo da auto-observação, podemos descobrir quais alimentos surtem tais e tais efeitos, benéficos ou nem tanto.

Enquanto não se descobre isso, há uma regra que funciona para todos: não contemos calorias. Nós nos tornamos tão obcecados com esse ‘acompanhamento calórico’ que ignoramos o fato que os números são apenas uma parte da história. Claro que uma grande ingestão calórica fará o ponteiro da balança subir, mas 2.000 calorias de legumes é muito diferente de 2.000 calorias de açúcar. Isso não parece razoável?

Portanto, a minha resposta simples para as muitas perguntas difíceis: faça a sua contagem de alimentos, e desfrute.

Palavras-chaves

Gostou? Conta pra gente o que achou!

Veja mais notícias semelhantes

Ospreferidos na mesa

Receitas e promoções sempre em primeira mão

Se você quer ser a primeira a receber as novidades da Senhora Mesa e não perder nenhuma das promoções que iremos lançar, preencha seu nome e e-mail e ganhe já o e-book Cozinha fácil!

Junte-se a mais de 50.000 cozinheiros e cozinheiras do brasil e do mundo

Receba sempre em primeira mão as novidades do nosso site e comece a fazer sucesso na cozinha!