Você está em:
O Pequeno Nicolau, um Verdadeiro Presente para a Alma!

O Pequeno Nicolau, um Verdadeiro Presente para a Alma!

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Versão para impressão

Conteúdo da publicação

“O Pequeno Nicolau”, o filme inspirado em “Le Petit Nicolas”, obra criada em 1959 por Jean-Jacques Sempé e René Goscinny, cocriador de Asterix, faz um verdadeiro elogio a pureza e a nostalgia dos melhores dias de uma infância.

Ambientando na França dos anos 50, de tipos caricatos metropolitanos à Monsieur Hulot. O Nicolau do título interpretado pelo ator mirim Máxime Godart, aparentemente não tem com o que se preocupar. É filho único de um pai que conta vantagens e uma mãe que o mima demais. Cheios de problemas são os amigos de Nicolau na escola: Tem o que estuda pouco, o que estuda até demais, o que briga muito, o que come vive comendo guloseimas (hummmm). Nicolau, não. Vive uma infância plena. Tanto que, ao ser perguntado o que gostaria de ser quando crescer, o menino nem sabe o que responder!

Mas o primeiro sinal do amadurecimento surge em um momento de desconfiança: Nicolau suspeita que seus pais estão querendo lhe dar um irmão caçula e pior, ao entender tudo errado, ele passa a acreditar que será “jogado fora” com a chegada do bebê. Em pânico com o futuro, Nicolau conta com a ajuda de seus melhores amigos e a partir daí a confusão é garantida.

A sacada do filme de Tirard é nos apresentar o mundo pelos olhos de um garoto -, um mundo que não capta as insatisfações do pai no trabalho, por exemplo, ao mesmo tempo em que acompanhamos a realidade enxergada pelos adultos. Há duas histórias correndo em paralelo em “O Pequeno Nicolau”, dois pontos de vista (o adulto e o infantil) sobre uma mesma situação, e é divertida a rede de falsos acasos que o roteiro arruma para amarrá-las no final.

Cheio de situações engraçadas, o filme desperta memórias de um tempo que todos vivemos, cheio de prazeres simples (aah que saudades do cheiro de bolinho de chuva!!), um verdadeiro “presente” para a alma.

 

 

Palavras-chaves

Gostou? Conta pra gente o que achou!

Veja mais notícias semelhantes

Ospreferidos na mesa

Receitas e promoções sempre em primeira mão

Se você quer ser a primeira a receber as novidades da Senhora Mesa e não perder nenhuma das promoções que iremos lançar, preencha seu nome e e-mail e ganhe já o e-book Cozinha fácil!

Junte-se a mais de 50.000 cozinheiros e cozinheiras do brasil e do mundo

Receba sempre em primeira mão as novidades do nosso site e comece a fazer sucesso na cozinha!