Você está em:
Arapuru é o 1º London Dry Gin Produzido no Brasil

Arapuru é o 1º London Dry Gin Produzido no Brasil

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Versão para impressão

Conteúdo da publicação

Arapuru é o primeiro gin produzido no Brasil. Macerado com ingredientes frescos e locais, o gin produzido com imbiriba, puxuri, pacová e caju traz elementos nacionais a uma bebida global

Arapuru, nome tupi-guarani da ave que tem o canto mais belo da Amazônia, aquela que faz os outros pássaros se calarem para ouvir sua música, e cuja existência é rodeada de lendas e mitos, é também o nome do primeiro London Dry Gin produzido no Brasil.

Elaborada por um dos grandes nomes do gin no mundo, Rob Dorsett, a pedido do eslovaco Mike Simko, que está a três anos imerso na cultura brasileira, a receita do Arapuru é uma releitura do tradicional London Dry Gin, feita com ingredientes brasileiros, formando uma bebida aromática única. Dessa forma, foram usadas a imbiriba, planta do nordeste brasileiro; o puxuri, nativo da região amazônica, o pacová, presente em toda a América tropical, o caju, fruta nativa e símbolo do nordeste brasileiro, e frutos da aroeira, árvore também nativa da América do Sul, além de ingredientes tradicionais como o zimbro, coentro, canela e cascas de frutas cítricas, somando 12 botânicos, todos sob o método de produção “one shot”, ou seja, macerados manualmente e na forma de especiarias ou insumos, nunca essência.

Pra você entender, o London Dry Gin é um processo que significa que todos os ingredientes têm de ser acrescentados antes da destilação. Depois da destilação só se pode juntar água ou mais gin. O que é um desafio para o produtor, que busca dar complexidade de aromas ao seu gin. O Hendricks que eu gosto, por exemplo, tem a essência de pepino adicionada depois da destilação. Então não é um London Dry Gin.

Inspiração

Do Brasil para o mundo, a principal inspiração para a elaboração do Arapuru são as particularidades brasileiras, especialmente o modernismo dos anos 1920 e 1930, que resgatou a identidade cultural nacional e a levou para parte de suas obras, como, por exemplo, o poema sinfônico “Uirapuru”, composto por Heitor Villa Lobos, que retrata a história de um pássaro, Arapuru, que se transforma em índio.

Seguindo as cores da penugem da ave, o dourado-avermelhado está presente na estética da garrafa do Arapuru London Dry Gin, inspirada no art decó norte-americano e europeu também da década de 1920, dando um sentido mais global à bebida, que nasceu nos Países Baixos e se consolidou na Inglaterra.

Venda

Consulte os pontos de venda no site oficial do gin Arapuru (www.arapuru.com.br).

Pelo site também é possível realizar a compra online. Valor: R$ 120.

Macerado com ingredientes frescos e locais, o gin produzido com imbiriba, puxuri, pacová e caju traz elementos nacionais a uma bebida global
Macerado com ingredientes frescos e locais, o gin produzido com imbiriba, puxuri, pacová e caju traz elementos nacionais a uma bebida global

Palavras-chaves

Gostou? Conta pra gente o que achou!

Veja mais notícias semelhantes

Ospreferidos na mesa

Receitas e promoções sempre em primeira mão

Se você quer ser a primeira a receber as novidades da Senhora Mesa e não perder nenhuma das promoções que iremos lançar, preencha seu nome e e-mail e ganhe já o e-book Cozinha fácil!

Junte-se a mais de 50.000 cozinheiros e cozinheiras do brasil e do mundo

Receba sempre em primeira mão as novidades do nosso site e comece a fazer sucesso na cozinha!