Você está em:
Malbec – A uva Francesa que ganhou a Argentina

Malbec – A uva Francesa que ganhou a Argentina

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Versão para impressão

Conteúdo da publicação

Chegamos hoje, sexta-feira, véspera de final de semana, falando sobre um tipo de uva muito interessante, a

Malbec - A uva Francesa que ganhou a Argentina 1
Mapa Região Vinícola de Mendoza.
Fonte: Folha On Line

Malbec. Muitos já devem ter ouvido falar dela e assim como eu, não tinham ideia de que essa uva é originária da França. Eu sempre associava Malbec à Argentina. E não é pra menos. Boa parte da produção hermana é dedicada a esta uva.

Malbec - A uva Francesa que ganhou a Argentina 2
No entanto, ela foi inicialmente cultivada na famosa região vinícola da França, Bordeaux. Mas trazida para a Argentina, teve uma adaptação fantástica, principalmente na região de Mendoza, da onde é o nosso vinho desta semana, o Alamos, Malbec 2011. Apesar da mesma uva ser cultivada tanto lá na França, quanto na Argentina, os resultados são completamente diferentes.
O Alamos Malbec 2011 foi considerado pelo advogado que abandonou a carreira, Robert Parker uma excelente compra para os consumidores em geral. A sua maturação é de nove meses em 50% de barricas de carvalho francês e 50% de barricas de carvalho americano. O ideal é que seja servido entre 16 e 18 graus e permaneça na adega por no máximo 5 anos.
De todos os tintos que já provamos durante o trajeto que percorremos até aqui, este é o primeiro que se destaca consideravelmente dos outros rótulos. É encorpado, com tanino mais pronunciado, mas que logo em seguida deixa um sabor na boca aveludado e saboroso. Ele te faz pensar em ser um vinho excelente para o inverno, para ser consumido com carne vermelha ou mesmo uma carne de cordeiro. Lembre de ameixas maduras antes de provar este vinho e com certeza conseguirá distinguir seus sabores.
Mendoza fica ao pé da Cordeilheira dos Andes e é responsável por 70% das vinícolas instaladas no país. Exportam cerca de 20% e acreditem, o restante vai todo para o consumo interno. A vinícola do Alamos Malbec fica mais precisamente em Tunuyán, nome do rio que passa na região. A altitude nesse ponto fica entre 640 e 750 metros.
Desde 1936, acontece em Mendoza, no primeiro final de semana de março, a Festa da Vindima, uma celebração dos mendocinos à vinicultura e que atrais milhares de turistas todos os anos. A festa já é uma das mais importantes do país. A programação começa na quinta-feira e só termina no domingo.

 

 

Palavras-chaves

Gostou? Conta pra gente o que achou!

Veja mais notícias semelhantes

Ospreferidos na mesa

Receitas e promoções sempre em primeira mão

Se você quer ser a primeira a receber as novidades da Senhora Mesa e não perder nenhuma das promoções que iremos lançar, preencha seu nome e e-mail e ganhe já o e-book Cozinha fácil!

Junte-se a mais de 50.000 cozinheiros e cozinheiras do brasil e do mundo

Receba sempre em primeira mão as novidades do nosso site e comece a fazer sucesso na cozinha!