Você está em:
18ª Festa da Polenta de Santa Olímpia começa amanhã em Piracicaba

18ª Festa da Polenta de Santa Olímpia começa amanhã em Piracicaba

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Versão para impressão

Conteúdo da publicação

18ª Festa da Polenta de Santa Olímpia começa amanhã em Piracicaba

Reportagem Mariana Gandolfi

Nos três dias de evento haverá apresentações folclóricas, atrações gastronômicas e músicas típicas com shows de bandas

A tradicional Festa da Polenta de Santa Olímpia acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de julho, e promete um final de semana muito animado para seus visitantes. Promovida pela Associação de Moradores do Bairro Santa Olímpia, muitos dos visitantes e turistas de várias partes do Brasil participam da festa com o objetivo de apreciar a cultura trentino-tirolesa do bairro.

Reconhecida como umas das principais festas tradicionais e culturais do Estado de São Paulo, a abertura acontece às 20h, com a apresentação da rainha Jéssica Cristofoletti Castro, de 21 anos, e da princesa Nicole Christofolletti, de 11 anos, ambas escolhidas por votação da comunidade.

Todo o trabalho de organização e realização do evento é feito de forma voluntária pelos moradores da comunidade, com de cerca de 400 pessoas trabalhando, sendo 100 na cozinha. A renda arrecadada no evento é revertida para o próprio bairro através de projetos culturais, de infraestrutura, de esporte e saúde.

De acordo com Valdemar Correr, da Associação de Moradores do Bairro Santa Olímpia, a expectativa de público é de 15 mil pessoas durante os três dias de festa. Para atender os visitantes, 4 toneladas de polenta (rostida, brustolada, polentota, prato típico) serão vendidas.

Conhecida por sua tradições e músicas típicas do Trento e Tirol a comunidade organiza a festa, em parceria com a Secretaria de Turismo, e a programação conta com missas, apresentações folclóricas de grupos trentino-tiroleses de Piracicaba e de outros lugares do Brasil e comida, preparadas pelas “nonas do bairro”.

Para Rose Massaruto, secretaria de Turismo de Piracicaba, esta é uma festa muito importante, já que o bairro está se desenvolvendo a partir de uma proposta de turismo rural. “Realizando anualmente esta festa, a comunidade mostra que está organizada e preparada para receber turistas de várias partes do Brasil, que inclusive já tem procurado o bairro para realizar o roteiro turístico da Rota Tirolesa”.

“A nossa comunidade e os estabelecimentos comerciais do bairro perceberam que os turistas vêm até nós buscando por nossos traços culturais típicos, e entendemos também que essa é uma forma de preservar nossa cultura”, afirma Ivan Correr, do Circolo Trentino di Santa Olímpia, que completa “Por isso, temos buscado no Sul do país e na Europa formas de manter e apresentar para o turista uma realidade diferente da que ele conhece, promovendo um turismo cultural de qualidade, que preserve nossa cultura e reverta recursos para a própria comunidade”.

As flores são muito importantes na decoração da festa, pois os antepassados tinham o costume de enfeitar as sacadas, postes, jardins e ruas com diversas espécies. Milhares de vasos de flores são usados no portal e em toda a decoração da Festa.

O evento faz parte do calendário turístico oficial da cidade e conta com várias atrações gastronômicas, como a polenta rostida (frita), a polenta brustolada (assada na chapa), polentota (mini polenta com molho), o cuscuz, a cervela (salsichão bovino), a linguiça campestre (bauerbratwurst), a porção tirolesa (4 tipos de salsichas campestres), o spaghetti, o canéderli (sopa de nhoque preparada com pão amanhecido, trigo, frango, linguiça e temperos diversos), um prato típico (polenta, frango ao molho, cucàgna – fritada de ovos misturados com linguiça, tomate, cebola, queijo, bacon), e o cràuti (repolho curtido, cozido com linguiça calabresa, bacon). Além disso também serão vendidos doces e sorvetes de sobremesas, e vinho de uva e laranja, sangria, sucos, água, chopp e refrigerantes.

A Festa da Polenta foi realizada pela primeira vez em 1992, para festejar o centenário da imigração trentino-tirolesa e repetida em 1993. Em 1999, foi realizada a terceira edição, para angariar fundos para a reconstrução do salão paroquial na comunidade. Devido ao grande interesse dos visitantes e turistas de outras cidades do Estado de São Paulo e do Brasil em prestigiar o evento, a festa começou ser realizada a partir do ano 2000, durante três dias seguidos, e desde então é realizada anualmente.

Além de visitar a festa é possível conhecer mais sobre a história de Santa Olímpia, através do Centro Histórico-Cultural e dos monumentos e obras existentes no bairro (igreja histórica,via sacra, gruta, etc). O museu de Santa Olímpia também fica aberto e pode ser visitado nos três dias de festa.

Desfile de divulgação da 18ª Festa da Polenta de Santa Olímpia

Neste final de semana, nos dias 19 e 20 de julho, acontecerá o desfile de divulgação da 18ª Festa da Polenta de Santa Olímpia para a comunidade, nas ruas da cidade de Piracicaba e Águas de São Pedro, com participação da Rainha e Princesa da Festa, de moradores do bairro de Santa Olímpia e de grupos culturais em trajes típicos.

No sábado (19), às 9h, o desfile acontecerá em Piracicaba e percorrerá a Avenida Armando Salles de Oliveira, com saída a partir da rua São José até o Teatro Municipal. Já no domingo (20), às 14h, o desfile acontecerá na Avenida Carlos Mauro, na cidade de Águas de São Pedro.

Programação da 18ª Festa da Polenta

dias 25, 26 e 27 de Julho de 2014

Sexta – Feira (25/07)
19h00 – Missa
20h00 – Abertura oficial da Festa da Polenta com apresentação da Rainha e Princesa
20h30 – Apresentação dos Grupos de Dança Folclóricas Santa Olímpia e de Santana
22h00 – Show com a banda “V4”

Sábado (26/07)
11h00 – Início (com o tradicional almoço típico)
14h00 – Apresentação da Rainha e Princesa da Festa da Polenta
14h30 – Apresentação do Grupo de Dança Floclóricas Santa Olimpia
15h00 – Show com a banda “Bankstein” até às 17 horas
19h15 – Missa em louvor a Santa Olímpia
20h30 – Apresentação do Coral “Và Pensero” de Santa Olímpia
21h00 – Apresentação da Rainha e Princesa da Festa da Polenta
21h30 – Apresentação do Grupo de Dança Folclóricas Santa Olímpia
22h00 – Show com a banda “Nostalgia”

Domingo (27/07)
09h30 – Missa
13h00 – Apresentação do Coral “Và Pensiero” de Santa Olímpia
13h30 – Apresentação do Coral “Stella Alpina”
14h00 – Apresentação do Coro Caneva
14h30 – Apresentação da Rainha e Princesa da Festa da Polenta
15h00 – Apresentação de Grupos de Danças Folclóricas de Santa Olímpia (Grupo Mirim e Grupo Adulto)
16h00 – Show com a Banda “Nostalgia”
20h00 – Encerramento

Programação Gastronômica
Almoço: Sábado e Domingo, das 11h às 15h
Jantar: Sexta e Sábado, das 19h às 23h

Cardápio
– Porções: polenta rostida (frita), polenta brustolada (assada na chapa), polentota (mini polenta com molho), cuscuz, cervela (salsichão bovino), linguiça campestre (bauerbratwurst), porção tirolesa (4 tipos de salsichas campestres)
– Bebidas: vinho de uva e laranja, sangria, sucos, água, chopp e refrigerantes
– Sobremesas: doces e sorvetes
– Canéderli: sopa de nhoque preparada com pão amanhecido, trigo, frango, linguiça e temperos diversos
– Prato típico: polenta, frango ao molho, cucàgna (fritada de ovos misturados com linguiça, tomate, cebola, queijo, bacon) e cràuti (repolho curtido, cozido com linguiça calabresa, bacon)
– Spaghetti

Cafeteria
Sexta: das 20h às 1h
Sábado: das 11h às 18h e das 20h às 01h
Domingo: das 11h às 20h
Nos moldes das cafeterias europeias, estará funcionando todos os dias no porão da casa sede, com música ambiente, café, cappuccino, chocolate quente, chá, bolos e pães caseiros, gróstoi (pastelzinho doce), apfelstrudel (torta de maça) e crafón (sonho tirolês).

Museu
Sexta (19/07) das 20h às 22h
Sábado (20/07) das 11 às 22h
Domingo (21/07) das 11h às 19h

Como chegar
Rodovias de acesso:
– Rodovia Luiz de Queiroz (SP304): São Paulo, Campinas, Americana, São Pedro
– Rodovia do Açúcar (SP308): Capivari, Salto, Itu
– Rodovia Piracicaba-Limeira (SP147): Limeira
– Rodovia Piracicaba-Rio Claro (SP127): Rio Claro
– Rodovia Hermínio Petrim (SP308): Charqueada, Ipeúna, Araras, São Carlos.
Dica de caminho para piracicabanos:
– Na cidade de Piracicaba, nas proximidades do Shopping Piracicaba, pegue a saída para Rodovia SP-304, sentido Piracicaba-São Pedro. Logo nesta saída, você irá passar pela Arcelor Mittal (lado direito); ande mais 3,5 km aproximadamente, pela Rodovia SP-304, e vire à direita na Saída 170, acesso para cidade de Charqueada (Rodovia Hermínio Petrim – SP-308). Siga aproximadamente 9 km pela Rodovia SP-308 e faça a rotatória para os Bairros Santana e Santa Olímpia no Km 182 + 300 metros. Siga a estrada asfaltada, passando inicialmente pelo bairro de Santana, e 2Km adiante você estará em SANTA OLÍMPIA.

Desfile de divulgação da 18ª Festa da Polenta de Santa Olímpia

Sábado (19/07)
Horas: 9h00
Local: Avenida Armando Salles de Oliveira (Esquina com a rua São José)
Piracicaba/SP

Domingo (20/07)
Horas 14h00
Local: Avenida Carlos Mauro
Águas de São Pedro/SP

Mais informações sobre a Festa da Polenta:
Valdemar Correr (19) 99639-2996 / (19) 3425-0182

O bairro de Santa Olímpia (www.santaolimpia.com.br)

As famílias da Província de Trento começaram chegar ao Brasil em 1877, fugindo dos conflitos decorrentes da unificação italiana, fome e desemprego. O bairro de Santa Olímpia foi fundado em 20 de novembro de 1892, formando uma das mais expressivas colônias de imigrantes de toda a região.

A Rota Tirolesa (www.rotatirolesa.com.br)
A Rota Tirolesa é um passeio turístico elaborado pela comunidade de Santa Olímpia, para divulgar a história, cultura e tradição da Colônia Tirolesa de Piracicaba.

Os passeios são realizados em datas agendadas, e também são feitas para grupos fechados de empresas, escolas ou da melhor idade. O passeio é feito de trenzinho, pelos principais atrativos culturais e naturais de Santa Olímpia. O turista pode saborear a tradicional gastronomia tirolesa, em um almoço típico, e se deliciar com os pães, bolos, geleias e produtos caseiros preparados pela “Nonna”, em um café colonial. Durante o passeio poderá ainda degustar a cachaça orgânica e o vinho produzidos na Colônia, assistir a apresentação de danças folclóricas e também visitar os parreirais. A duração do passeio é de 5 horas.

Mais informações sobre a Rota Tirolesa:
Ivan Correr (19) 99185-8268 / (19) 3422-0658

Divulgação da Secretaria Municipal de Turismo
Divulgação da Secretaria Municipal de Turismo

 

Palavras-chaves

Gostou? Conta pra gente o que achou!

Veja mais notícias semelhantes

Ospreferidos na mesa

Receitas e promoções sempre em primeira mão

Se você quer ser a primeira a receber as novidades da Senhora Mesa e não perder nenhuma das promoções que iremos lançar, preencha seu nome e e-mail e ganhe já o e-book Cozinha fácil!

Junte-se a mais de 50.000 cozinheiros e cozinheiras do brasil e do mundo

Receba sempre em primeira mão as novidades do nosso site e comece a fazer sucesso na cozinha!